Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/7186
acessibilidade
Title: Equilíbrios perversos nas organizações: o caso da liderança tóxica
Authors: Silva, Selma Carvalho da
Orientador: Ramalho, Nelson
Keywords: Toxicidade
Liderança
Relações
Personalidade
Toxicity
Leadership
Relationship
Personality
Issue Date: 2013
Citation: SILVA, Selma Carvalho da - Equilíbrios perversos nas organizações: o caso da liderança tóxica [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/7186>.
Abstract: Com o objetivo de aprofundar as características da relação que se estabelece entre líderes tóxicos e seguidores e compreender os seus fatores de influência no quadro do modelo de Padilla et al (2007), o presente estudo de natureza híbrida, sustenta-se em entrevistas semi-diretivas realizadas junto de 16 empregados a trabalhar num meio tóxico, que facultaram informação relativa à sua leitura do líder e da relação, tendo também preenchido o questionário Mini IPIP que revelou a prevalência das características dos Big5 em cada inquirido. Conclui-se pela existência de um padrão comportamental que indica que ambos os atores são responsáveis pelo estabelecimento da relação tóxica e que esta relação tende a ter maior expressão em liderados com características de personalidade dependente, baixo neuroticismo, alta conscienciosidade, extroversão e abertura à experiência, e que tendem a salientar características de personalidade anti-social nos seus líderes.
To better understand the nature of the relationship established between toxic leaders and followers, as well as its factors within the framework proposed by Padilla et al (2007), the present study, conducted 16 semi-directive interviews with employees working in a toxic environment collecting data regarding their view of the leader and their relationship having as well filled in the Mini IPIP to measured the prevalence of the Big5 traits in each respondent. Findings show a behavioral pattern that indicates that both actors are co-responsible for the establishment of the toxic relationship and that this relation tends to gain magnitude in followers with dependent personality traits, low neuroticism, high consciousness, extroversion, and openness to experience, and that tend to highlight anti-social personality features in the leaders.
Description: Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Social e das Organizações
URI: http://hdl.handle.net/10071/7186
Thesis identifier: 201073595
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Equilibrios perversos nas organizações. Selma Silva.pdf1.14 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.