Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/7056
acessibilidade
Title: Psicologia organizacional positiva: estudo de caso e proposta de intervenção
Authors: Martins, Anabela Tavares de Carvalho Sachombele
Orientador: Lima, Maria Luísa Pedroso de
Marujo, Helena Águeda
Keywords: Psicologia positiva
Psicologia organizacional positiva
Inquérito apreciativo
Intervenções positivas
Positive psychology
Positive organizational psychology
Appreciative inquiry
Positive interventions
Issue Date: 2013
Citation: MARTINS, Anabela Tavares de Carvalho Sachombele - Psicologia organizacional positiva: estudo de caso e proposta de intervenção [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/7056>.
Abstract: Historicamente, a Psicologia preocupou-se em investigar patologias, negligenciado os aspetos saudáveis dos seres humanos. Mas, a partir de 1998, assumindo a presidência da American Psychological Association, Seligman iniciou movimento denominado Psicologia Positiva, que visa oferecer nova abordagem às potencialidades e virtudes humanas, estudando as condições e processos que contribuem para a prosperidade dos indivíduos e comunidades. Com o aparecimento de estudos sobre os fenómenos positivos na vida das pessoas, o movimento da psicologia positiva rapidamente se estendeu para os estudos do comportamento humano nas organizações. A aplicação da psicologia positiva nas organizações divide-se em duas grandes áreas: o estudo organizacional positivo, sobre os processos e estados positivos no contexto das organizações e resultados associados; e o comportamento organizacional positivo, sobre o estudo das capacidades psicológicas que tem influência no desempenho no local de trabalho. Neste contexto é de referir o Inquérito Apreciativo como um método de grande relevância cuja aplicação potencia o crescimento organizacional. Na linha de dar continuidade ao percurso da psicologia positiva nas organizações apresentamos um estudo de natureza qualitativa, procedendo a um estudo de caso para levantamento de dados, descrevendo, analisando os acontecimentos relativos a um determinado caso organizacional no sentido de poder contribuir para a viragem de paradigma, na procura de compreender o que funciona na organização (investigar) para agir (ação), desenvolvendo propostas numa perspetiva de investigação-ação focada no positivo orientada para o desenvolvimento funcionamento ótimo dos sistemas organizacionais. Em função da análise dos resultados, emergiu um modelo de intervenção positiva, que partindo das projeções percebidas, procura propor ações que sejam promotoras do que de bom já existe e acontece na vida das organizações, sendo integrativo promove o trabalho ao nível do individuo e da organização. As perceções dos trabalhadores, sobre a vida nas organizações é determinante para o crescimento positivo e diferenciador das mesmas. As metodologias positivas usadas nas intervenções, são promotoras de mudança e desenvolvimento do que de melhor já se faz.
Historically, Psychology has worried about researching pathologies while it has neglected the healthy issues of human beings. But, since 1998, as he took over the presidency of the American Psychological Association, Seligman started a movement named Positive Psychology, which offered a new approach for human potentialities and virtues, studying the conditions and processes that contribute for the prosperity of individuals and communities. With the emergence of studies about the positive phenomena in people’s lives, the movement of positive psychology quickly extended to studies of human behavior and organizations. The application of positive psychology in organizations divides itself into two big areas: the positive organizational study, about the positive processes and conditions within an organizational concept and associated results; and the positive organizational behavior about the study of psychological skills that influence the work place performance. Within this context it should be referred the Appreciative Inquiry as a method of important relevance whose application potentiates organizational growth. Within the frame to continue the course of positive psychology in organizations we present a study of qualitative nature, proceeding with a case study for data mapping, describing, analyzing the related issues in a determined organizational case, in order to contribute to a paradigm turn around, in the search to understand what works in the organization (research) for acting (action), developing proposals in a research-action perspective focused on the positive and guided for the development of optimal functioning within the organization systems. Within the purpose of analysis outputs, there has emerged a positive intervention model that sets out from the understood projections, to search proposed actions initiated from the existing good that happens in the life of organizations, being integrative, promotes the work, at an individual and organizational level. The perceptions of workers, about the life in organizations, are determinant for its differentiator and positive growth. The positive methodologies used in the interventions, are promoters of change and development of best practices.
Description: Trabalho de Projeto submetido como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Social e Organizacional
URI: http://hdl.handle.net/10071/7056
Thesis identifier: 201065894
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Projeto de Dissertação I _Anabela Martins_Setembro-2013.pdf2.69 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.