Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/7017
acessibilidade
Title: Na luta pelos bons lugares: ciganos, visibilidade social e controvérsias espaciais
Authors: Castro, Alexandra
Orientador: Costa, António Firmino da
Keywords: População cigana
Mobilidade
Habitar
Políticas públicas
Gypsy population
Mobility
Housing
Public policies
Issue Date: 2013
Citation: CASTRO, Alexandra - Na luta pelos bons lugares: ciganos, visibilidade social e controvérsias espaciais [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/7017>.
Abstract: Este trabalho centra-se na compreensão das lógicas de estruturação de práticas de mobilidade espacial da população portuguesa cigana, procurando analisar o conjunto de factores endógenos e exógenos subjacentes a estas práticas. Dois objectivos orientaram a pesquisa: i) compreender os processos de territorialização e de construção do sentido de habitar, através da forma como são vivenciadas as práticas de mobilidade, sejam estas impostas ou o resultado de estratégias individuais ou de grupo; ii) analisar como a população cigana tem sido estudada, imaginada e regulada, através de uma abordagem aos contextos científico, político-institucional e social, onde os ciganos referenciados como nómadas assumiam uma categoria específica e eram alvo de estratégias de acção pública particulares. Privilegiou-se uma estratégia de investigação do tipo intensiva-qualitativa, assente numa etnografia colectiva multi-situada, onde o elemento permanente de observação não era um lugar, mas diferentes núcleos familiares que se deslocavam e permaneciam em diferentes territórios. Complementarmente mobilizou-se um conjunto de técnicas no sentido de alargar o campo de observação a dimensões que o trabalho de terreno não podia chegar. Apresentam-se três Estudos de Caso que abordam núcleos familiares que ao longo dos seus percursos de vida não encontraram um lugar para se estabelecerem de forma duradoura, mas também residentes em barracas e tendas com algum grau de fixação. A pesquisa permitiu ainda traçar o retrato possível dos contrastes sociais apresentados pela população cigana em Portugal, evidenciar em que condições e através de que modalidades a presença dos ciganos se tornou a nível local um problema público e quais as respostas que localmente são evidenciadas tendo em conta situações diferenciadas de inscrição territorial.
This work focuses on understanding the logic of the structuring practices of spatial mobility of the Portuguese gypsy population, aiming to analyze the set of endogenous and exogenous factors that underlie these practices. Two main objectives guided the research: i) to understand the processes of territorialization and construction of the meaning of dwelling, through the way practices of mobility are experienced, whether imposed or the result of individual or group strategies, ii) to analyze how the gypsy population has been studied, conceived and regulated through an approach to the scientific, political-institutional and social contexts, where the gypsy, referred as nomads, assumed a specific category and were subject to public strategies. We focused on a strategy of research of intensive-qualitative type, based on a collective ethnography multi-located, where the permanent element of observation was not a place, but different households moving and staying in different territories. Additionally, a set of techniques were applied to extend the scope of observation to dimensions that the fieldwork could not attain. Three case studies are presented addressing households along their paths of life who could not found a place to settle permanently and living in tents with a certain degree of permanency. The research also allowed to draw a picture of the social contrasts presented by the gypsy population in Portugal, showing under what conditions and through what modalities the presence of gypsies became a problem from a local to a public level, and also the local answers put into practice in face of different situations of territorial affiliation.
URI: http://hdl.handle.net/10071/7017
Thesis identifier: 101233876
ISBN: 978-989-732-460-4
Designation: Doutoramento em Antropologia
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
TeseNovembro2013_final.pdf5.65 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.