Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6975
acessibilidade
Title: Caraterização de um ano de utilização de um serviço de urgência pediátrica de um hospital de nível II
Authors: Rafael, Margarida Simão
Orientador: Fernandes, Adalberto Campos
Sousa, Paulo
Keywords: Serviço de urgência pediátrica
Episódios não-urgentes
Utilização excessiva
Crianças
Pediatric emergency department
Non urgent episodes
Excessive use
Children
Issue Date: 2013
Citation: RAFAEL, Margarida Simão - Caraterização de um ano de utilização de um serviço de urgência pediátrica de um hospital de nível II [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6975>.
Abstract: A afluência desmedida aos Serviços de Urgência Pediátrica é uma problemática cada vez mais atual e que muita preocupação tem gerado entre profissionais de saúde e administradores hospitalares. Hoje em dia assiste-se a uma procura excessiva de serviços de saúde diferenciados, o que gera má utilização dos recursos e provoca, quer um aumento dos custos a eles associados, quer uma tendência de rutura do próprio sistema. Este estudo pretende caracterizar a utilização do serviço de urgência pediátrica de um hospital de nível II, no sentido de dar resposta à questão de se existe ou não utilização injustificada de cuidados de saúde. A análise incidiu sobre uma amostra de 37099 episódios de urgência, ocorridos durante um ano e apurou-se que a maioria dos indivíduos são do género masculino, residem no concelho do Barreiro e 78,4% têm até dez anos. Mais de metade dos episódios (57%) são não urgentes e destes, praticamente todos (99,4%) tiveram alta. Verificou-se, com evidência estatística, que a utilização do serviço de urgência é injustificada e dependente do género e idade dos indivíduos, e do dia da semana e hora de entrada do episódio. Apurou-se ainda que, apesar de apenas 21% dos episódios ter realizado meios complementares de diagnóstico e terapêutica, há relação estatisticamente significativa entre a realização destes e os episódios laranjas e amarelos, sobretudo em crianças a partir dos onze anos. Como conclusão, podemos afirmar que existe utilização excessiva do serviço de urgência pediátrica e que urgem medidas de contenção deste fenómeno, nomeadamente a promoção e reforço da rede de cuidados de saúde primários, cadeia de atendimento e rede de referenciação, assim como o aumento da literacia em saúde da população.
The immoderate affluence to Pediatric Emergency Services is an increasingly problematic today and has generated much concern among health professionals and hospital administrators. Nowadays we are witnessing an excessive demand for differentiated health services, which generates misuse of resources and causes either an increase in costs associated with them, whether a tendency of rupture the system itself. This study pretends to examine the use of the emergency department of a pediatric hospital level II, in order to answer the question of whether it’s or it’s not unjustified the health care’s use. The analysis focused on a sample of 37099 episodes of urgency, occurred over a year and it was found that most of the individuals are males, reside in the county of Barreiro and 78.4% are under ten years. More than an half of the episodes (57%) are not urgent and, almost of all (99.4%) of this group were discharged. It was found, with statistical evidence that the use of the emergency department is unjustified and depends on individual’s gender and age, and episodes’ day of the week and time of entry. We also found that although only 21% of the episodes have done complementary means of diagnosis, there is a statistically significant dependence between the performance of these episodes and being classified as orange and yellow, especially in children older than eleven years. As a conclusion, we can say that there is an excessive use of the pediatric emergency department and it’s urgent to create measures to contain this phenomenon, namely the promotion and strengthening of the primary health care’s network, the chain of care and referral network, as well as increased the population's health literacy.
Description: Dissertação de Mestrado em Gestão de Serviços de Saúde / Classificação do JEL Classification System: I12 (Health Production: Economic Behavior), J13 (Labor and Demographic Economics: Child care; Children; Youth)
URI: http://hdl.handle.net/10071/6975
Thesis identifier: 201045656
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
TESE - Margarida Rafael - Outubro 2013.pdf2.2 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.