Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6810
acessibilidade
Title: Materialidade e risco, os efeitos da crise de 2008
Authors: Ramalho, Jorge Tiago Segurado Canete
Orientador: Pais, Cláudio
Keywords: Auditoria
Crise
Materialidade e risco
Auditoria
Crise
Materialidade e risco
Issue Date: 27-Mar-2014
Citation: RAMALHO, Jorge Tiago Segurado Canete - Materialidade e risco, os efeitos da crise de 2008 [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6810>.
Abstract: Este estudo pretende conhecer as consequências que a crise financeira de 2008 provocou na determinação da materialidade e na análise do risco em auditoria, permitindo conhecer os indicadores e os fatores mais utilizados. A materialidade foi analisada quantitativamente e qualitativamente, ao nível do planeamento e da execução de auditoria. As alterações de escolha por parte dos auditores referente ao risco inerente, de controlo e aceitável também foram analisados. O objetivo do estudo foi tentar conhecer a práticas dos auditores e saber se foram influenciados pela crise financeira de 2008. O estudo foi realizado usando questionários feitos com base na revisão de literatura sobre o assunto abordado. Esta tese confirma e vai de encontro com outros artigos em que na determinação de materialidade são utilizadas medidas quantitativas e qualitativas, e que os auditores usam fatores de risco inerente e controlo nas suas análises. Foram encontradas evidências que a materialidade e o risco sofreram alterações derivadas da crise financeira de 2008, mais especificamente de notar o aumento de fatores na materialidade qualitativa, no risco inerente e de controlo. Verificou-se que não existiram alterações no tipo de indicadores entre o antes e o depois de 2008, mas o valor do índice foi alterado.
Este estudo pretende conhecer as consequências que a crise financeira de 2008 provocou na determinação da materialidade e na análise do risco em auditoria, permitindo conhecer os indicadores e os fatores mais utilizados. A materialidade foi analisada quantitativamente e qualitativamente, ao nível do planeamento e da execução de auditoria. As alterações de escolha por parte dos auditores referente ao risco inerente, de controlo e aceitável também foram analisados. O objetivo do estudo foi tentar conhecer a práticas dos auditores e saber se foram influenciados pela crise financeira de 2008. O estudo foi realizado usando questionários feitos com base na revisão de literatura sobre o assunto abordado. Esta tese confirma e vai de encontro com outros artigos em que na determinação de materialidade são utilizadas medidas quantitativas e qualitativas, e que os auditores usam fatores de risco inerente e controlo nas suas análises. Foram encontradas evidências que a materialidade e o risco sofreram alterações derivadas da crise financeira de 2008, mais especificamente de notar o aumento de fatores na materialidade qualitativa, no risco inerente e de controlo. Verificou-se que não existiram alterações no tipo de indicadores entre o antes e o depois de 2008, mas o valor do índice foi alterado.
Description: Dissertação de Mestrado em Contabilidade / JEL Classification System: M40, M42.
URI: http://hdl.handle.net/10071/6810
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.