Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Integrated Search
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6789
Full metadata record
acessibilidade
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorDores, António Pedro-
dc.date.accessioned2014-03-26T16:07:05Z-
dc.date.available2014-03-26T16:07:05Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10071/6789-
dc.description.abstractA luta pela justiça, tal qual foi instituída à luz da doutrina liberal, é por um lado global, já que se desenrola em todos os países do mundo, e, por outro lado, está sujeita a recuos, que é o que está em causa nas políticas anti-terroristas adoptadas actualmente no Ocidente. Não se trata apenas de uma questão política e de alternância democrática nos EUA. Trata-se sobretudo de uma questão civilizacional, nomeadamente decorrente de como os povos ocidentais vão lidar com os seus segredos seculares que canalizam os instintos de violência para instituições especializadas, de que as prisões são parte. O crescimento global do número de prisioneiros em todo o mundo, como as políticas de transigência no uso da tortura, são tendências objectivas mais fáceis de reconhecer em terceiros países do que nos nossos próprios países. Esse enviusamento da percepção torna cada um de nós simbolicamente impotente, irresponsável e mero observador de acontecimentos violentos, pensados como externos ao nosso âmbito de acção, quando é precisamente o inverso que acontece, de facto: os segredos sociais reprimem, tornando obscenas, as revelações, as denúncias, de maus-tratos e injustiças institucionalmente perpetrados pelos nossos representantes. O que para países terceiros é eventualmente pensado como recorrente ou mesmo sistemático, é tratado sistematicamente como excepcional no nosso próprio país. A teoria social deve reconhecer e identificar estes secretismos, para poder libertar-se deles e oferecer diagnósticos mais objectivos sobre o uso da violência em sociedade.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade Federal da Ouro Pretopor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectPrisãopor
dc.subjectGlobalizaçãopor
dc.subjectJustiçapor
dc.subjectCivilizaçãopor
dc.subjectSegredos sociaispor
dc.subjectDireitos humanospor
dc.titlePrisões e globalizaçãopor
dc.typebookPartpor
dc.peerreviewedSimpor
degois.publication.firstPage31por
degois.publication.lastPage52por
degois.publication.locationMinas Geraispor
degois.publication.titlePrisões numa abordagem interdisciplinarpor
Appears in Collections:CIES-CLI - Autoria de capítulos de livros internacionais

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Prisões e globalização.doc100.5 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.