Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6692
acessibilidade
Title: O Paradoxo Europeu: exploração do aparecimento e evolução
Authors: Antunes, Jorge
Orientador: Patrício, Teresa
Mendonça, Sandro
Keywords: Paradoxo europeu
Géneros da espécie paradoxo
Bibliometria
Utilizadores de conhecimento
European paradox
Genres of the paradox species
Bibliometrics
Knowledge users
Issue Date: 2013
Citation: ANTUNES, Jorge - O Paradoxo Europeu: exploração do aparecimento e evolução [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6692>.
Abstract: O termo “Paradoxo Europeu” encerra em si a perceção de que a Europa desempenha um papel de liderança mundial em termos de excelência científica, medida através do número de publicações, mas não tem a capacidade dos EUA para converter essa performance de topo em inovação, crescimento e emprego. Tendo como foco o estudo da organização e impactos da produção científica, a gestão de tecnologia ou as relações universidade-indústria (a título de exemplo), investigadores, políticos e mesmo empresários têm consagrado especial atenção a este tema. Seguindo os principais momentos da evolução do fenómeno, desde meados da década de 90, um debate aceso tem ocupado ora decisores políticos, de instâncias europeias e nacionais, ora a comunidade académica dos vários países e inúmeros relatórios, artigos, notícias e outros, conheceram o prelo ao longo dos últimos 20 anos. Pela diversidade de meios de divulgação, utilizadores do termo e contextos de uso, este será colocado em prova procurando determinar a sua referência única a um mesmo fenómeno. O distanciamento temporal permite agora uma primeira tentativa de combinação das diversas informações e conhecimentos, algo dispersos, avaliando a progressão da literatura sobre o tema e promove a caracterização de desvios sobre o foco paradoxal ou sua imutabilidade bem como adaptações do mesmo. Este trabalho procura assim elucidar quanto à evolução do paradoxo e, igualmente, identificar autores-chave na mais recente literatura científica que se tenham debruçado sobre esta temática. Os mesmos serão levantados através do método bibliométrico tendo como base a referência ao artigo de Dosi et al. (2006) “The relationships between science, technologies and their industrial exploitation: An illustration through the myths and realities of the so-called ‘European Paradox’”. Este artigo é aqui determinado como momento de charneira na refutação do pressuposto paradoxo europeu. Procura-se, também, definir as principais disciplinas científicas e áreas prioritárias que incorporam esta base de conhecimento. Este enquadramento é executado à luz, quer das revistas científicas onde estas publicações tiveram lugar, quer da análise direta de conteúdos dos referidos artigos. Uma eventual expansão e especificidade do fenómeno à escala intra-europeia e possíveis extravasamentos para outras geografias são, também, abordados. São conhecidos estudos que tratam o paradoxo europeu e outros identificados à escala nacional, incidindo sobre parte do fenómeno. Este, ao melhor conhecimento disponível, é um primeiro esforço de agregar e desenvolver, num só trabalho, uma perspetiva evolutiva e ampla do fenómeno, centrado parcialmente no fenómeno em si e nos indivíduos enquanto utilizadores desse conhecimento.
The term "European paradox" carries the perception that Europe plays a leading role in the world, in terms of scientific excellence measured by the number of publications, but lacks the ability of the U.S. to convert this top performance in innovation, growth and employment. Focusing on the study of the organization and impact of scientific production, the management of technology or university-industry relations (for example), researchers, politicians and even entrepreneurs have devoted special attention to this phenomenon. Following the key moments of the evolution of this theme, since the mid-90s, an intense debate has occupied either policymakers, at European and national institutions, as well as the academic community of the various countries and numerous reports, articles, news and others were delivered over the past 20 years. Due to the diversity of means of dissemination, users of the belief and contexts of use, the term will be tested to characterize its unique reference to the same phenomenon. The time distance now allows a first attempt to combine the diverse information and knowledge, something scattered, assessing the progression of literature on the subject and promotes a characterization of deviations about the paradoxal focus or its immutability as well as any adjustments thereof. This work thus seeks to elucidate the evolution of the paradox and also identify key authors in the most recent scientific literature that have been dedicated over this issue. They will be raised through the bibliometric method based on the reference to the article "The relationships between science, technologies and their industrial exploitation: An illustration through the myths and realities of the so-called ‘European Paradox”" of Dosi et al. (2006). This article is here determined as the crucial moment of refutation of assumption "European paradox". The study seeks also to define the key scientific disciplines and priority areas that embody this knowledge base. This framework is executed from either the scientific journals where these publications took place, whether from direct analysis of contents of such articles. A possible expansion and specificity of the phenomenon into intra-European scale and potential spillovers to other regions are also discussed. Studies are known to treat the "European paradox" and other related species identified nationally, focusing on part of the phenomenon. This work, to the best available knowledge, is a first effort to aggregate and develop a single and broad evolutionary perspective of the theme, bring to a point partially the phenomenon itself and the individuals as knowledge users.
URI: http://hdl.handle.net/10071/6692
Thesis identifier: 201010569
Designation: Mestrado em Ciência, Inovação e Sociedade
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
DADA_Paradox&CV.pdf925.39 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.