Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6671
acessibilidade
Title: Resistência à mudança: a interação com a resiliência, os recursos organizacionais e o commitment
Authors: Cardoso, Carla Sofia Ribeiro
Orientador: Ferreira, Aristides Isidoro
Keywords: Resistência à mudança
Resiliência
Recursos organizacionais
Commitment
Change resistance
Resilience
Organizational resources
Commitment
Issue Date: 2013
Citation: CARDOSO, Carla Sofia Ribeiro - Resistência à mudança: a interação com a resiliência, os recursos organizacionais e o commitment [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6671>.
Abstract: A mudança organizacional é tão difícil de operacionalizar com sucesso quanto importante para manter as organizações com uma atuação competitiva nos mercados. Existe uma multiplicidade de variáveis envolvidas na execução de um plano de mudança que interagem num sistema complexo, em que gestores e colaboradores têm de ser parceiros. Neste estudo, propusemo-nos compreender como se relacionam os recursos organizacionais, nomeadamente os incentivos ao desenvolvimento e o suporte da supervisão, com a resiliência psicológica, o commitment afetivo e de continuidade e como influem sobre a resistência à mudança dos indivíduos. Para o efeito procedemos à análise de regressão linear e de mediação simples para testar as hipóteses em investigação. Fundamentalmente, observámos que tanto os recursos organizacionais como individuais e o commitment podem funcionar como fatores de proteção e contribuir assim para reduzir a resistência à mudança.
Organizational change is so difficult to operate successfully as important to keep the organizations with a competitive performance in the markets. When implementing a change plan, there are several variables involved, that interact in a complex system, in which managers and employees have to be partners. The aim of this study is to understand how the organizational resources, namely the developmental incentives and supervision support, interact with psychological resilience, affective and continuance commitment and how do they act on the individual resistance to change. To this end, we performed a linear regression and simple mediation analysis to test the hypotheses under investigation. Fundamentally, we observed that both the individual and organizational resources, as well as commitment, may function as protective factors and thus contribute to reduce resistance to change.
Description: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos
URI: http://hdl.handle.net/10071/6671
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
MGRH_Resistência à Mudança_Carla Cardoso.pdf1.44 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.