Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6568
acessibilidade
Title: Earnings management in family firms
Authors: Paiva, Inna Choban de Sousa
Orientador: Lourenço, Isabel
Keywords: Manipulação dos resultados
Empresas familiares
Teoria da agência
Dimensão da empresa
Earnings management
Family firms
Agency theory
Firm size
Issue Date: 2013
Citation: PAIVA, Inna Choban de Sousa - Earnings management in family firms [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2013. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6568>.
Abstract: O nosso estudo investiga a manipulação dos resultados nas empresas familiares cotadas. Analisamos de que modo os incentivos para manipulação dos resultados podem ser diferentes, nas grandes empresas familiares e nas pequenas empresas familiares, destacando as diferenças em relação às não familiares. O nosso estudo empírico baseia-se em empresas do Reino Unido, incluídas na Bolsa de Valores de Londres, e o seu nível de accruals discricionários. Os nossos resultados demonstram que, as grandes empresas familiares têm inferiores níveis de manipulação de resultados, enquanto que as pequenas empresas familiares têm superiores níveis de manipulação de resultados, em comparação com as empresas não familiares. Tais resultados confirmam extensos estudos empíricos efetuados para as empresas situadas nos Estados Unidos indicando que as grandes empresas familiares enfrentam de forma menos severa o problema de agência tipo II do que as empresas não familiares, bem como estudos empíricos efetuados para as empresas situadas em países da Europa indicando que as pequenas empresas familiares enfrentam de forma mais severa o problema de agência tipo II do que as empresas não familiares. Os nossos resultados sugerem que a dimensão da empresa é uma característica que influencia os incentivos para a manipulação dos resultados nas empresas, de uma forma diferente, de acordo com a variação do problema de agência tipo I e tipo II.
Our study investigates the earnings management in publicly listed family firms. We also examine whether the incentives of earnings management are likely to be different in large family firms, small family firms, highlighting the differences from non-family firms. Our empirical study relies on the United Kingdom firms included on the London Stock Exchange and on their level of discretional accruals. Our results demonstrate that large family firms have lower level of earnings management, whereas small family firms have higher level of earnings management as both compared to non-family firms. They confirm broad findings from Unites States literature which indicate that large family firms face less severe type II agency problem than non-family firms, as well as findings in European literature which indicate that small family firms face more severe type II agency problem than non-family firms. Our findings suggest that firm size is a characteristic of firms that influences the earnings management incentives in family firms differently, according to the variation in the severity of the type I and type II agency problem.
Description: Doctor in Accounting/ Classificação: M41; G32
URI: http://hdl.handle.net/10071/6568
Thesis identifier: 101372728
ISBN: 978-989-732-337-9
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Paiva_EM in family firms_1.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.