Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6379
acessibilidade
Title: O capital de risco em Portugal: tendências da última década
Authors: Caldeira, João Miguel Cabrito
Orientador: Inácio, Pedro Leite
Keywords: Capital de risco
Private equity
Venture capital
Desinvestimento
Divestment
Issue Date: 2012
Citation: CALDEIRA, João Miguel Cabrito - O capital de risco em Portugal: tendências da última década [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6379>.
Abstract: A origem do capital de risco em Portugal remonta ao final da década de 80, tendo surgido num contexto muito específico de facilidade de acesso ao crédito, pelo ficou inicialmente associado a empresas em dificuldades, distanciando-se claramente do conceito de capital de risco dos mercados norte-americano e europeu como um todo. Verifica-se, no entanto, uma evolução progressiva desde mercado ao longo da última década despoletada por alterações regulamentares, inicialmente em 2003 e posteriormente em 2007, ano que marcou um ponto de viragem no capital de risco português, nomeadamente ao nível do tipo de operações concretizadas, afastando-se dos típicos equity loans efetuados até então. O presente estudo visa analisar as principais tendências ocorridas neste mercado / indústria ao longo da última década ao nível da tipologia e duração dos investimentos, mas com particular foco nos desinvestimentos, nomeadamente as estratégias seguidas e suas condicionantes, mecanismos efetivos de saída, mecanismos de avaliação, acordos de saída, rendibilidades mínimas, entre outras características, tendo para isso sido analisada inicialmente informação pública do setor. Posteriormente, efetuou-se semelhante análise à carteira de participadas (atuais e históricas) de uma das principais sociedades de capital de risco portuguesas. As principais conclusões obtidas revelam uma grande dinâmica do setor nos últimos anos, em particular desde 2007, não só pelo número e valor dos investimentos efetuados nos últimos anos, mas também pelo crescente montante sob gestão e crescente número de fundos e sociedades de capital de risco.
The origin of private equity and venture capital in Portugal dates back to late '80s, having appeared in a very specific context of ease of access to credit, being initially associated with distressed companies, clearly distancing from the concept of venture capital in the North- American and European markets. There is, however, a progressive evolution from the market over the last decade triggered by regulatory changes, initially in 2003 and subsequently in 2007, the year that marked a turning point in the Portuguese private equity industry, particularly in terms of the type of operations carried away from the typical equity loans made so far. This study aims to analyze the main trends occurring in this market / industry over the last decade in terms of the type and duration of investments, but with particular focus on divestments, including the strategies followed and their determinants, effective divestment mechanisms, evaluation mechanisms, divestment agreements, minimum returns established, among other features, for it being initially considered public information for this industry. Subsequently, a similar analysis was performed considering the portfolio (current and historical) of a leading Portuguese private equity and venture capital company. The main conclusions obtained showed an increasing dynamic in the sector in recent years, particularly since 2007, not only by the number and value of the investments made in recent years, but also by the growing amount under management and growing number of funds and venture capital companies.
Description: Dissertação submetida como requisito de obtenção do Grau de Mestre em Finanças / JEL: G24 – Investment Banking; Venture Capital; Brokerage; Ratings and Ratings Agencies; G32 – Financing Policy; Financial Risk and Risk Management; Capital and Ownership Structure; Value of Firms; Goodwill; M13 – New Firms; Startups.
URI: http://hdl.handle.net/10071/6379
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
O Capital de Risco em Portugal_Tendências da Última Década.pdf1.22 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.