Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6374
acessibilidade
Title: Factores ergonómicos físicos e psicossociais e a sua relação com as intenções de saída e aposentação no sector dos serviços
Authors: Cardoso, Sara Baúto Pereira
Orientador: Ramos, Sara
Keywords: Ergonomia
Turnover
Aposentação
Trabalho
Saúde
Satisfação laboral
Ergonomics
Turnover
Retirement
Work
Health
Job satisfaction
Issue Date: 2012
Citation: CARDOSO, Sara Baúto Pereira - Factores ergonómicos físicos e psicossociais e a sua relação com as intenções de saída e aposentação no sector dos serviços [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6374>.
Abstract: Operam-se várias mudanças na sociedade actual. Ao mesmo tempo que o trabalho assume hoje um papel central na vida dos indivíduos (Casey, 1995), o sector dos serviços torna-se predominante e emergem novas formas de precarização do trabalho. Simultaneamente, o contexto demográfico actual aponta para um envelhecimento acentuado da população portuguesa nas próximas décadas (INE, 2011). A participação dos mais velhos no mercado de trabalho será valorizada e necessária. Por todos estes motivos, torna-se crucial estudar os factores ergonómicos no sector dos serviços e a sua relação com a saúde, a satisfação e as intenções de saída e de aposentação. Neste estudo, investigámos a importância dos factores ergonómicos de natureza física e psicossocial nas intenções de saída e de aposentação. Validámos as qualidades psicométricas de uma escala para esse efeito e testámos dois modelos de mediação numa amostra de 122 trabalhadores portugueses do sector dos serviços. A escala revela qualidades psicométricas modestas, pelo que é necessário continuar a investigar e a sistematizar os factores ergonómicos inerentes ao sector dos serviços. Os resultados sugerem que os factores ergonómicos influenciam a percepção de que o trabalho que se realiza afecta a saúde que, por sua vez, influencia a satisfação laboral e, em última análise, as intenções de saída e aposentação. Este estudo deixa-nos ainda alguns indícios sobre a importância do factor físico da carga física na percepção de que o trabalho que se realiza afecta a saúde. Futuros estudos devem continuar a construção de uma escala de factores ergonómicos com poder preditivo sobre as intenções de saída e de aposentação. É ainda crucial uma investigação mais cuidada sobre a importância dos factores ergonómicos físicos no sector dos serviços.
Numerous changes are taking place in our society. Nowadays, work assumes a central role in people’s lives (Casey, 1995), the services sector is becoming predominant and new ways of work precariousness are emerging. Simultaneously, the Portuguese population is getting older and the trend will continue through the next decades (INE, 2011). Participation of older workers in the labor market will be progressively valued and necessary. For all these reasons, it is critical to study ergonomic factors in the services sector and their relation with health, work satisfaction and intent to leave or retire. In this study, we investigated the importance of ergonomic factors, both physical and psychosocial, on intention to leave or retire. We validated a measure for that purpose and tested two mediation models on a sample of 122 Portuguese workers in the services sector. The measure reveals modest psychometric qualities. Therefore, ongoing research and systematization of ergonomic factors should continue in the services sector. The results suggest that ergonomic factors are related with the perception that one’s job affects one’s health which is, in turn, related to work satisfaction and with intentions to leave or retire. This study also leaves us some clues about the importance of dynamic and static work on the perception that one’s job affects one’s health and, ultimately, on intent to leave. Future studies should continue the construction of an ergonomic factors’ measure with a good predictive power over turnover and retire intentions. It is also crucial to make a solid investigation about the importance of physical ergonomic factors on the services sector.
URI: http://hdl.handle.net/10071/6374
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Sara Baúto Pereira Cardoso, nº28843 - Dissertaçao.pdf958.72 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.