Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/634
acessibilidade
Title: Autopercepção da saúde das mulheres: a influência de factores sociais e familiares
Authors: Nunes, Maria Amália Simões Ferreira Marques da Silva
Orientador: Guerreiro, Maria das Dores
Keywords: Saúde e família
Saúde da mulher
Auto-percepção de saúde
Saúde e género
Saúde e classe social
Health and family
Women’s health
Health autoperception
Health and gender
Health and social class
Issue Date: 4-Mar-2008
Citation: NUNES, Maria Amália Simões Ferreira Marques da Silva - Autopercepção da saúde das mulheres: a influência de factores sociais e familiares. Lisboa: ISCTE, 2008. Tese de mestrado.
Abstract: No exercício da nossa actividade médica fomos, durante mais de duas décadas, confrontadas, com uma frequência de consulta maioritariamente feita por mulheres, com problemas de saúde de gravidade ligeira a moderada, e onde os problemas familiares e sociais se manifestavam repetidamente. Tal facto influenciou esta pesquisa, cujo objecto definimos como a auto-avaliação de estado de saúde da mulher na sua relação com factores sociais e familiares. Nas nossas hipóteses de trabalho defendemos a existência de uma associação entre resultados da auto-avalição do estado de saúde da mulher e concepções de saúde/doença subjacentes, classe social, tipo de família e fase do ciclo de vida familiar. Foram definidos e trabalhados os conceitos de saúde/doença, coesão, regulação, afectividade e sociabilidade familiares, tempo e de classe social. Entrevistámos, em entrevista semi-dirigida, trinta mulheres, de meio urbano, dos 20 aos 64 anos, repartidas equitativamente por duas classes sociais e três grupos etários. Os resultados do trabalho revelaram-nos que as representações de saúde/doença predominantes são, na classe média-alta, a de “equilíbrio” e na classe média-baixa, a “instrumental.” A auto-avaliação do estado de saúde nas mulheres tende a ser mais negativa na classe social média-baixa e nesta, no grupo etário mais alto. Uma avaliação positiva do estado de saúde da mulher predomina nas famílias “companheirismo” da tipologia de Kellerhals; os estados avaliados mais negativamente repartem-se por vários tipos, prevalecendo ligeiramente nas famílias “bastião.”
In our medical activity, more than two decades long and characterized by a surgery attendance constituted mostly by female patients, we were confronted with health problems of slight to moderate seriousness in which family and social problems would show up time and time again. This fact influenced the present research work, the objective of which we define as the self-evaluation of women’s state of health in relation with In our work hypotheses we defend that there is a correlation between the results of the self-evaluation of women’s state of health and the underlying conceptions of health/disease, social class, family type and phase of family life cycle. The concepts of health/disease, cohesion, regulation, family affectivity and sociability, time and social class were defined and worked on. In semi-oriented interviews, we interviewed thirty women aged between 20 and 64 from an urban environment, equally distributed over two social classes and three age groups. The results of this work show that the prevailing representation of health/disease is, in the middle-upper class, that of “balance” and in the middle-lower class, the “instrumental” one. Self-evaluation of women’s state of health tends to be more negative in the middle-lower class and, within this set, in the oldest age group. A positive evaluation of women’s state of health prevails in “companionship” families, according to Kellerhals’s family typology; the most negatively evaluated states are slightly predominant in “bastion” families.
URI: http://hdl.handle.net/10071/634
Designation: Mestrado em Família e Sociedade
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese+Anexos.pdf10.69 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.