Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6335
acessibilidade
Title: A influência dos estados emocionais e tipos de processamento na produção de memórias falsas
Authors: Silva, Sónia João Fonseca da
Orientador: Carneiro, Paula
Arriaga, Patrícia
Keywords: Memórias falsas
Estados emocionais
Estratégias de codificação
Gist
False memories
Emotional states
Encoding strategies
Issue Date: 2012
Citation: SILVA, Sónia João Fonseca da - A influência dos estados emocionais e tipos de processamento na produção de memórias falsas [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6335>.
Abstract: No presente estudo procurou-se perceber se os estados emocionais poderiam interferir na produção de memórias falsas para listas de palavras com diferente valência afetiva (positiva vs. negativa). Foi também objetivo perceber se o tipo de instrução (item-específico vs. relacional vs. standard) afetaria a memória. Pretendeu-se ainda relacionar os estilos de codificação propostos por Lewicki (2005) com as memórias falsas. Recorreu-se a uma metodologia de avaliação de memórias falsas através do paradigma Deese-Roediger-McDermott (DRM) e a um procedimento de indução de emoções baseado nas memórias autobiográficas. Participaram 120 estudantes universitários, com idades compreendidas entre os 18 e os 55 anos. Através de um desenho fatorial 2 (emoção: feliz vs. triste) x 3 (instrução: item-específico vs. relacional vs. standard) x 2 (listas: positivas vs. negativas) verificou-se apenas que as listas positivas produziram maiores níveis de memórias falsas, comparativamente às listas negativas. Ao eliminar os participantes em que a manipulação não se mostrou eficaz os resultados revelaram um efeito de interação entre o tipo de emoção e o tipo de instrução, através do qual se pode observar que os participantes induzidos com uma emoção negativa produziram maiores níveis de recordação falsa quando seguiram uma instrução standard. Não se encontrou um estilo preferencial de codificação nas memórias falsas. Estes resultados foram analisados à luz da teoria do traço difuso.
In this study we sought to understand whether emotional states could interfere with the production of false memories for lists of words with different affective valence (positive vs. negative). It was also aimed to realize what type of instruction (item-specific vs. relational vs. standard) affect memory. It was intended to further relate the encoding styles proposed by Lewicki (2005) with false memories. We used an evaluation methodology of false memories through Deese-Roediger-McDermott paradigm (DRM) and a procedure for inducing emotions based on autobiographical memories. 120 university students took part, aged between 18 and 55 years. Through a factorial design 2 (emotion: happy vs. sad) x 3 (instruction: item-specific vs. relational vs. standard) x 2 (lists: positive vs. negative) it was found that only positive lists produced higher levels of false memories, compared to negative lists. By eliminating the participants in that manipulation was not effective results revealed an interaction effect between type of instruction and type of emotion, through which one can observe that participants induced with a negative emotion produced higher levels of false recall when followed a standard instruction. There was no preferred encoding style in false memories. These results were analyzed in the light of fuzzy trace theory.
URI: http://hdl.handle.net/10071/6335
Designation: Mestrado em Psicologia das Emoções
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
A influência dos Estados Emoc_e tipos proc_na prod memórias .pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.