Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/633
acessibilidade
Title: A Ruralidade no processo de transição para a democracia em Portugal: campanhas de dinamização cultural e acção cívica do Movimento das Forças Armadas (1974-1975)
Authors: Almeida, Sónia Vespeira de
Orientador: Leal, João Aires de Freitas
Keywords: Cultura popular
Camponeses
Revolução
Movimento das Forças Armadas
Folk culture
Peasants
Revolution
Issue Date: 4-Mar-2008
Citation: ALMEIDA, Sónia Vespeira de - A Ruralidade no processo de transição para a democracia em Portugal: campanhas de dinamização cultural e acção cívica do Movimento das Forças Armadas (1974-1975). Lisboa: ISCTE, 2008. Tese de doutoramento.
Abstract: Esta tese problematiza a equação “povo-ruralidade” no quadro da transição democrática portuguesa, tomando como corpo empírico as Campanhas de Dinamização Cultural e Acção Cívica do Movimentos das Forças Armadas. Realizada entre os anos de 1974 e 1975, esta iniciativa percorreu sobretudo o Norte e Centro de Portugal, nomeadamente as zonas rurais do Minho, Trás-os-Montes, Beira Alta, Beira Baixa e o arquipélago dos Açores. Procurando contrariar a versão folclórica do país promovido pelo estado Novo, os protagonistas desta experiência constroem um campo discursivo paradoxal, onde se entretecem conceitos como cultura, tradição, subdesenvolvimento, descentralização e cidadania. Este trabalho analisa igualmente a visão local das Campanhas de Dinamização Cultural e Acção Cívica do Movimento das Forças Armadas que tiveram como destino os distritos de Viseu e de Bragança, examinando a forma como foram recebidas e interpretadas pelas populações.
This thesis examines the representations of rural Portugal in the light of Portuguese democratic transition, taking as an empirical field the Campanhas de Dinamização Cultural e Acção Cívica do Movimentos das Forças Armadas. This initiative took place between 1974 and 1975, and covered the North and Interior of Portugal, mainly in the rural areas of the Minho, Trás-os-Montes, Beira Alta, Beira Baixa and the Azores archipelago. Trying to confront the “idea of Portugal” promoted by the Estado Novo (New State) the protagonists of this initiative construct a paradoxical discursive field, where concepts such as culture, tradition, underdevelopment, decentralization and citizenship interwined. This dissertation also analyzes the local vision of the Campanhas de Dinamização Cultural e Acção Cívica do Movimentos das Forças Armadas that targeted the regions of Viseu and Bragança, examining the way they were received and interpreted by the populations.
URI: http://hdl.handle.net/10071/633
Designation: Doutoramento em Antropologia
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese.pdf20.02 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.