Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6181
acessibilidade
Title: Fado tropical: luso-tropicalismo na cultura de massas(1960-1974)
Authors: Cardão, Marcos Henrique Ramos de Sousa
Orientador: Rodrigues, Luís Nuno
Xavier, Ângela Barreto
Keywords: Luso-tropicalismo
Nacionalismo
Ideologia colonial
Cultura de massas
Nationalism
Colonial ideology
Mass culture
Popular culture
Issue Date: 2012
Citation: CARDÃO, Marcos Henrique Ramos de Sousa - Fado tropical: luso-tropicalismo na cultura de massas(1960-1974) [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2012. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6181>.
Abstract: Baseado num conjunto de pressupostos históricos, lugares comuns sobre o carácter dos portugueses e apriorismos sobre o seu modo de ser, o luso-tropicalismo moldou-se à história de Portugal e foi indispensável para a sobrevivência da «comunidade lusíada» nas últimas décadas do regime autoritário. Este modo particular de reinterpretar a história da colonização portuguesa ganhou consistência na década de 1960, quando uma série de rituais e práticas prosaicas contribuiu para promover a ideia de que Portugal era um país multirracial, geograficamente diverso, e uma unidade politicamente homogénea. O objectivo desta investigação é descrever e analisar um conjunto de acontecimentos comuns que generalizaram o luso-tropicalismo na vida diária. Vou procurar demonstrar como uma série de acontecimentos da cultura de massas – desde ícones do futebol, como Eusébio, passando por celebridades da música popular portuguesa, como João Maria Tudella e Eduardo Nascimento, entre outros, até aos concursos de beleza realizados na década de 1970 – dialogaram com os temas associados ao luso-tropicalismo, contribuindo em muitos casos para naturalizar as suas representações. Além do objectivo puramente historiográfico, que passa por recensear as formas que banalizaram o luso-tropicalismo fora do campo institucional, este trabalho pretende igualmente assinalar a contingência das representações luso-tropicalistas, que acabaram por soçobrar pouco tempo após a queda do regime autoritário.
Based in historical assumptions and commonplaces about the character of the Portuguese, the luso-tropicalism was a way to imagine the Portuguese community, which tended to highlight the natural disposition of the Portuguese for a settlement without prejudice of «color or race». Almost treated as a form of life, this particular way of reinterpret the history of Portuguese colonization won consistency in the last decades of authoritarian rule, when a series of rituals fostered the idea that Portugal was a multiracial country, geographically diverse and a politically homogeneous unit. My aim in this dissertation is to describe and analyse key cultural phenomena that spread luso-tropicalism in everyday life. I will argue that some artefacts of mass culture – namely football icons, such as Eusébio, celebrities of Portuguese popular music, such as João Maria Tudella, Eduardo Nascimento, among others, and beauty pageants held in the 1970’s – managed to reiterate the main themes of luso-tropicalism outside the ordinary campaigns of self-justification. Besides the historiographical objective, this work also intends to point out the contingency of luso-tropicalist representations, which somehow disappeared immediately after the Portuguese decolonization.
URI: http://hdl.handle.net/10071/6181
Thesis identifier: 101247087
ISBN: 978-989-732-260-0
Designation: Doutoramento em História Moderna e Contemporânea
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
tese_doutoramento_fado_tropical.pdf5.35 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.