Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/6148
acessibilidade
Title: The role of caregiver identity: effects on well-being and burden
Authors: Barros, Joana Raquel Mendes Figueiredo
Orientador: Marques, Sibila
McKee, Kevin
Keywords: Caregiving burden
Multiple identities
Caregiver identities
Sobrecarga do cuidador
Múltiplas identidades
Identidade de cuidador
Issue Date: 2012
Citation: BARROS, Joana Raquel Mendes Figueiredo - The role of caregiver identity: effects on well-being and burden [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/6148>.
Abstract: Several factors that explore the consequences of caregiving on caregivers’ well-being have been studied in these last few years. However, the effects of caregiving on an individual’s self-concept and social identity have not been sufficiently explored.The goal of the present study is to address this issue and determine whether the existence of multiple nonconflicting identities, could have an effect on caregiver’s well-being and burden. The identities that were tested in this study were of adult child, caregiver and worker, for the existing literature indicates that these can be important in the caregiving context. Following the proposal of the study conducted by Brook et. al. (2008) our hypotheses was that the importance of these identities should affect well-being and perceived burden, particularly when they have less harmony between them. These effects should be mediated by self-discrepancies emotions. For this study a total of 40 caregivers of their elder parents were interviewed, and data was collected, using a telephone based procedure. Contact with participants was made through three institutions that provide home help services to the care recipients. Only working, adult-child caregivers were considered for this study, in order to fully test the identities mentioned. A series of instruments were applied in order to test an adapted model (Brook et. al., 2008) which aimed to verify an interaction between the importance of identities, identity harmony and their effect on Well-Being and Caregiving Subjective Burden (CB). Emotions related to self-discrepancies were also included in this model, as a mediator of this interaction. As expected, results indicated a significant interaction between the caregiver and the worker identities’ importance and harmony on caregiver burden. We did not find any effects regarding the relationship between the importance of son/daughter identities. Moreover, no effects were found regarding the mediation effect by self-discrepancy emotions. These results are discussed based on the social psychological and caregiving literatures.
Vários factores que exploram as consequências da prestação de cuidados no bem-estar de cuidadores informais têm sido estudados nestes últimos anos, embora os efeitos da prestação de cuidados na identidade social e auto-conceito de um indivíduo não tenham sido ainda suficientemente explorados. O objetivo do presente estudo foi determinar se a existência de múltiplas identidades não conflituosas, poderia ter um efeito sobre o bem-estar e sobrecarga do cuidador. As identidades que foram testadas neste estudo foram a de cuidador, a de filho(a), e a de trabalhador, pois a literatura existente indica que estes podem ser importantes no contexto da prestação de cuidados. Seguindo a proposta do estudo realizado por Brook et. al. (2008) a nossa hipótese indicava que a importância dessas identidades deveria afectar o bem-estar e a sobrecarga percebida, principalmente quando estas identidades têm menos harmonia entre elas. Pressupõe-se também que estes efeitos sejam mediados pelas emoções auto-discrepantes. Para este estudo um total de 40 cuidadores (n = 40) dos seus pais idosos foram entrevistados e os dados foram recolhidos utilizando um procedimento baseado no contacto telefónico. O contacto com os participantes foi estabelecido através de três instituições que prestam serviços de apoio domiciliário aos respectivos idosos. Apenas cuidadores que desempenhavam funções profissionais e eram filho(a) do receptor dos cuidados, foram considerados para este estudo, a fim de testar por completo as identidades mencionadas. Uma série de instrumentos foram aplicados a fim de testar um modelo adaptado, que teve como objetivo verificar a interação entre a importância das identidades, harmonia entre as identidade e os seus efeitos no bem-estar e sobrecarga subjetiva dos cuidadores. Emoções relacionadas com auto-discrepâncias foram também incluídas neste modelo, como um mediador desta interacção. Como esperado, os resultados indicaram uma interacção significativa entre a importância e harmonia das identidades de cuidador/ trabalhador na sobrecarga do cuidador. Não se verificou qualquer efeito na relação entre a importância da identidade de filho(a). Não se constatou também qualquer efeito de mediação das emoções auto-discrepantes. Estes resultados são discutidos com base na literatura relacionada com a psicologia social e cuidadores informais.
URI: http://hdl.handle.net/10071/6148
Designation: Mestrado em Psicologia Comunitária e Proteção de Menores
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Thesis_final.pdf550.44 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.