Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/5919
acessibilidade
Title: A política na rede: percepções dos estudantes de ciências da comunicação, ciência política, jornalismo e sociologia sobre os políticos no facebook
Authors: Vinagre, Carla Marisa Duarte
Orientador: Oliveira, Abílio
Keywords: Facebook
Comunicação política
Estudantes do ensino superior
Políticos
Sociedade em rede
Ciências da comunicação
Ciência política
Jornalismo
Sociologia
Political communication
Higher education students
Politicians
Network society
Communication sciences
Political science
Journalism
Sociology
Issue Date: 5-Nov-2013
Citation: VINAGRE, Carla Marisa Duarte - A política na rede: percepções dos estudantes de ciências da comunicação, ciência política, jornalismo e sociologia sobre os políticos no facebook. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/5919>.
Abstract: Entre os milhões de utilizadores do Facebook encontram-se muitos elementos da classe política. Um pouco por todo o mundo, os políticos foram-se transformando em nós desta rede social que emergiu, ela própria, da organização da sociedade numa lógica de rede. A presença em sites de redes sociais tem-lhes conferido a possibilidade de estabelecer uma comunicação directa com os cidadãos, sem ser mediada pelos media. Essa comunicação ocorre numa altura em que os cidadãos, particularmente os mais jovens, demonstram uma crescente vontade de assumir compromissos cívicos no contexto online. Tendo em conta a possibilidade de aproximação entre a classe política e os cidadãos jovens desencadeada pela presença de ambos em redes sociais, o presente trabalho averigua “Em que medida é que o Facebook é um meio utilizado pelos estudantes do ensino superior – dos cursos de Ciências da Comunicação, Ciência Política, Jornalismo e Sociologia – para obter e gerar informação política?”. Para tal realizou-se um questionário onde se inquiriu 332 estudantes universitários, de ambos os géneros, a frequentar o 2.º ou o 3.º ano dos cursos referidos. Os resultados obtidos revelaram que o Facebook é sobretudo utilizado por estes estudantes para obter informação não política/governamental. Ainda assim, esta rede social é utilizada pelos estudantes para obter informação política/governamental. Verificou-se também que as opiniões e comentários políticos destes estudantes expressos no Facebook são pouco valorizados pelo poder político. Estes e outros resultados conferem potencial ao Facebook, enquanto meio de comunicação política, potencial esse que, ainda assim, carece de reconhecimento por parte dos políticos.
Among the millions of Facebook users many of them belong to the political sphere. All over the world, politicians have been turning up as nodes in this social network that emerged itself from a society organized in a logical network. The presence on social networking sites has given them the opportunity to establish a direct communication with citizens, without being mediated by the media. This communication occurs at a time in which people, especially the younger ones, show an increasing willingness to make civic commitments in the online context. Given the possibility of rapprochement between the political class and young citizens caused by the presence of both in social networks, this paper intends to help to understand “At what extent is Facebook used by undergraduate students – from degrees of Communication Sciences, Political Science, Journalism, Sociology – as a mean of consulting and generating political information?”. For that purpose a questionnaire was applied to 332 undergraduate students from both genders, attending the second or third grade of these courses. The results obtained revealed that Facebook is used by these students mainly to obtain information unrelated to politics / government. However, this social networking site is nevertheless used by students to obtain information related to policy / government. It was also found that the political opinions expressed on Facebook by these students are not valued by the political power. These and other results provide potential to Facebook as a tool for political communication, however this potential hasn’t been recognized by politicians until now.
URI: http://hdl.handle.net/10071/5919
Designation: Mestrado em Informática Aplicada à Sociedade da Informação e do Conhecimento
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.