Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/540
acessibilidade
Title: Juventude, consumo e globalização: uma análise comparativa
Authors: Santos, Fernando Augusto de Sá Neves dos
Orientador: Reis, Elizabeth
Keywords: Juventude
Valores
Globalização
Comportamento de consumo
Consumer behavior
Materialistic values
Young people
Globalization
Issue Date: 2004
Citation: SANTOS, Fernando Augusto de Sá Neves dos - Juventude, consumo e globalização: uma análise comparativa. [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2004. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/540>. ISBN 978-972-97251-5-9.
Abstract: O presente trabalho tem como principal objectivo conhecer o impacte que o actual processo de desenvolvimento económico e social conhecido como globalização está a ser sentido pelos jovens. Pretende-se conhecer hábitos e padrões de comportamento, que caracterizam os jovens de diferentes regiões do Mundo. Visa também analisar as características que influenciam a formação dos jovens e que podem concorrer para se encontrarem semelhanças nos conhecimentos e opiniões dos jovens. O estudo envolveu jovens da Europa (Alemanha, Espanha, Grã-Bretanha, Portugal), da Ásia (China, Macau) e de África (Moçambique, Quénia). Teve por exigência salientar eventuais valores e expectativas partilhadas entre os jovens. Com base nestas características pretende-se antecipar um possível sentido de convergência ou divergência de comportamentos e opiniões que fundamentem as interpretações particulares sobre o tema da globalização. Apresenta-se e testa-se uma escala de medida relativa ao conceito de globalização junto dos jovens. Através desta pretende-se encontrar os conceitos subjacentes ao processo de globalização e identificar os segmentos de jovens, que se distinguem pelas diferentes interpretações, preocupações, esperanças e receios que associam a este processo. Conhecer o peso relativo de cada grupo nos diversos países permite antecipar a grandeza do número de adversários ou apoiantes ao actual processo de desenvolvimento. O comportamento da juventude está condicionado pelas condições económicas, de desenvolvimento e culturais pelo que o perfil de comportamento salienta as semelhanças entre jovens da mesma região geográfica distinguindo-os dos que pertencem a outros continentes, europeus, asiáticos e africanos. Porém, as preferências e mais ainda as expectativas em relação ao futuro, são partilhadas pelos jovens independentemente do seu país de origem. As diferenças entre jovens de sexo oposto, embora ainda permaneçam sobretudo relativamente no consumo, estão a diminuir em todos os países e deixam quase de ser relevantes ao nível de muitos dos valores e das ambições. Ressaltou deste trabalho o facto de um grande número de jovens dos diferentes países em estudo encararem o futuro com optimismo. Esperam que se alcance o Desenvolvimento Económico e Social Global do Mundo, estão conscientes dos perigos que o processo pode provocar a nível social e nos problemas que pode causar no meio ambiente. Factores como o Consumismo ou a Homogeneização Económica e Cultural também constituem uma preocupação da maioria dos jovens. Estes acreditam também que o processo estabelece uma maior liberdade de circulação de pessoas e bens e terá efeitos na organização das empresas. Salienta-se ainda o facto de os jovens com menores condições económicas constituírem aqueles que são mais pessimistas relativamente ao futuro da Humanidade. Podemos concluir que, embora se possam identificar diferentes grupos de jovens que assumem valores e comportamentos diferenciados, quer devido a diferenças culturais, de idade e sexo, estas não são persistentes e demonstram estar a desaparecer. Os diferentes comportamentos e ambições estão a desvanecer-se e esbatem-se de forma também diferenciada entre os diversos tipos de grupos. Embora no segmento jovem da população seja possível identificar vários grupos consoante os diferentes comportamentos, opções, expectativas e ambições, eles sobrepõem-se quando analisados em conjunto ou quando consideradas como um todo, demonstrando a tendência para a homogeneidade.
The aim of this work is to know the impact of the actual economical and social development process, known as globalisation, is producing in the young people. To know habits and behaviour patterns of young people from different regions of the world. Also to find characteristics that influence youth that contribute to discover resemblance’s in opinion and knowledge. This work involves young people from Europe (Germany, Great-Britain, Spain, Portugal), from Asia (China, Macao) and from Africa (Mozambique, Kenya). The purpose was to point out values and expectations shared by youth. This study intends to anticipate the probably converging or diverging behaviour and ideas that establish particular interpretations about globalisation. A globalisation scale measure is presented and tested. This scale intends to enhance feelings related to the globalisation process and to identify the young people segments according to different interpretations, concerns, hopes, and fears that are associated to this process. To establish the dimensions of each group in all countries, the number of supporters and opponents to the this actual development process. Youth behaviour is conditioned by economic conditions, development level and cultural values, so there are resemblance’s in habits and behaviour of young people of the same geographic region, distinguishing from others by continent: Europeans, Asians and Africans. However the preferences and above all the expectations to the future are shared by youth no mater their country of origin. The differences in choices for different gender concerning to consumption stand important sometimes, but they are decreasing in all countries and are almost irrelevant concerning to some values or ambitions. Stands out of this work the fact that a great number of young people face future with optimism. They hope Global Economic and Social Development of the world will be reached, they are conscious of the dangers that the global process can aggravate social conditions and destroy the environment. Consequences like Consumerism or Economic and Cultural Homogenisation are also concerning most of young people. They believe that the process will bring a greater free circulation of people and goods and will have effects on the companies organisation. Become salient the fact that young people with the worst economic conditions present the most pessimistic opinion about the future of Humanity. In conclusion, we may find different groups of young people with different values sustained in culture, gender and age differences, however they are vanishing and almost disappearing. The difference in behavior and objectives of life are fading also with different patterns between different groups. We can look at youth as a group of individuals that present homogeneous patterns, beyond their various groups they share options, behaviors and preferences.
URI: http://hdl.handle.net/10071/540
Thesis identifier: 101131194
ISBN: 978-972-97251-5-9
Designation: Doutoramento em Gestão
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Doutoramento.pdf2.48 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.