Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/5223
acessibilidade
Title: ART INVEST: FEIF Fundo Especial de Investimento Fechado Mobiliário
Authors: Cadete, Maria José Renda Guerreiro
Orientador: Afonso, Luís Urbano de Oliveira
Keywords: ART INVEST
Arte como reserva de valor
Fundos de investimento em arte
Mercados de arte
Issue Date: 2012
Citation: CADETE, Maria José Renda Guerreiro - ART INVEST: FEIF Fundo Especial de Investimento Fechado Mobiliário [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/5223>.
Abstract: O primeiro clube de investimento em arte com sucesso, surgiu em França em 1904 – 1914, sob a forma de associação de investidores, com a colecção de La Peau de l’Ours, fundada por André Level. Outras tentativas semelhantes que se seguiram resultaram em fracassos. No Reino Unido, 1974 – 1990, uma das maiores empresas empregadoras ligadas ao caminho de ferro cria o British Rail Pension Fund (BRPF), tendo como consultora Sotheby’s, com potencial conflito de interesses. Outros fundos semelhantes apareceram mas produziram retornos decepcionantes com perdas nalguns casos superiores a 40%. O ART INVEST – Fundo Especial de Investimento Fechado (FEIF), também designado pela CMVM por OIC (Organismos de Investimento Colectivo), é uma Entidade de Investimento Colectivo, iniciando -se o processo da sua criação em 2003 e a actividade em 30 de Janeiro de 2004. A autorização do Fundo de Investimento pela CMVM é de 20 de Outubro de 2003. Actualmente encontra-se já numa fase de desinvestimento. A denominação de fundo fechado, prende-se com a existência do montante inicial autorizado de € 10.000.000, correspondendo ao número total de unidades de participação a comercializar. A carteira é composta por obras de arte e participações noutros fundos de arte, com um total de 500.000 unidades de participação em circulação, com uma cotação aproximada a 5€ e um montante total de investimento de 2.500.000€. O FEIF é composto essencialmente por dois grandes núcleos, um conjunto de 19 obras de arte e complementarmente uma participação muito significativa no “The Fine Art Fund” (fundo de investimento fechado, a 10 anos, de “Western art”, registado em Delaware, nos EUA e gerido a partir de Londres). Dada a composição do FEIF, é feita uma abordagem detalhada quer do “The Fine Art Fund Group” quer das obras e artistas que integram a colecção. Apresentanm-se também opiniões que correspondem às conclusões da autora, sobre os Fundos de Investimento em Arte bem como de outras formas semelhantes de investimento, em que as obras de arte estão presentes.
Description: Projecto
URI: http://hdl.handle.net/10071/5223
Designation: Mestrado em Mercados da Arte
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertação ART INVEST.pdf3.29 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.