Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/5196
acessibilidade
Title: Mecanismos que explicam a relação entre a identificação organizacional e os comportamentos de voz
Authors: Silva, Sónia Isabel Carrão
Orientador: Tavares, Susana M.
Keywords: Voz
Identificação organizacional
Elaboração cognitiva
Customização do trabalho
Voice
Organizational identification
Cognitive elaboration
Job crafting
Issue Date: 2012
Citation: SILVA, Sónia Isabel Carrão - Mecanismos que explicam a relação entre a identificação organizacional e os comportamentos de voz [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/5196>.
Abstract: A voz tem sido referida na literatura como um comportamento orientado para a mudança organizacional em termos gerais. Este estudo pretendeu analisar os mecanismos que explicam a relação da identificação organizacional com os comportamentos de voz, testando o papel mediador da elaboração cognitiva e da modelação que o indivíduo faz do seu trabalho, nomeadamente através do desenvolvimento proactivo dos seus recursos no trabalho. De forma a podermos estudar estas relações, elaborámos um questionário, o qual foi respondido por 194 colaboradores, de um instituto público português, de diferentes categorias profissionais. Os resultados permitem-nos concluir que quanto maior for a identificação organizacional de um indivíduo, maior será a probabilidade de este adotar comportamentos de voz. Para além disso, verificou-se também que esta relação é explicada pelos processos de maior elaboração cognitiva e de modelação ativa em que os trabalhadores com elevada identificação organizacional incorrem. Este trabalho poderá trazer um grande contributo para a literatura sobre o comportamento organizacional, na medida em que não se conhecem estudos que, de uma forma geral, aprofundem esta temática no setor público e os resultados poderão trazer, ainda, implicações importantes para os gestores públicos que desejam estimular e promover comportamentos de voz.
Voice has been referred, in the literature, as an organizational change-oriented behavior in general terms. This study sought to examine the mechanisms that explain the relationship of organizational identification with the speech behaviors, testing the mediator role of cognitive elaboration and modeling that the individual makes out of his work through the proactive development of its resources at work. So that we can study these relationships, we have drawn up a questionnaire, which was answered by 194 employees, a Portuguese public Institute, of different categories. The results enable us to conclude that the bigger the organizational identification of an individual, the more likely it is that voice behaviors are adopted. In addition, it was also noted that this relationship is explained by higher cognitive processes of preparation and active modeling in which workers with high organizational identification incur. This work possibly will bring a major contribution to the literature on organizational behavior, insofar as there are no known studies that, generally speaking, deepen this topic in the public sector and the results might bring also important implications for public managers who want to stimulate and promote voice behaviors.
URI: http://hdl.handle.net/10071/5196
Designation: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese Sónia Silva INDEG.pdf573.08 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.