Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/5122
acessibilidade
Title: Africanidade e arquitectura colonial: a resposta do Gabinete de Urbanização Colonial (1944-1974)
Other Titles: Africanicity and colonial architecture: Housing designed by the Colonial Planning Office (1944-1974)
Authors: Milheiro, A. V.
Keywords: Arquitectura luso-africana
Habitação colonial
Casa tradicional africana
Gabinete de Urbanização Colonial
Casa do Colono
Estado Novo
Issue Date: 2013
Publisher: Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)
Abstract: Pode um organismo oficial e centralizado produzir uma arquitectura de abordagem “regional”? A arquitectura praticada pelo Gabinete de Urbanização Colonial tem sido interpretada como homogénea e veículo de propaganda do Estado Novo. No início da década de sessenta, esta produção ombreou com experiências mais localizadas. Uma consciência sobre formas de “regionalismos africanos”, ainda que incipientes, despontou nas reflexões destes profissionais, também resultado da formação estrangeira que foram adquirindo. Duas abordagens foram entretanto desencadeadas: 1. A enormidade da tarefa de realojamento (proporcionar habitação a todos os estratos da sociedade colonial) e as especificidades das comunidades locais exigiam respostas que integrassem modos de vida e técnicas tradicionais, envolvendo as populações na construção dos seus alojamentos. 2. No alojamento destinado aos colonos europeus mantiveram-se expressões conotadas com a arquitectura tradicional portuguesa como modo de não desenraizar as comunidades transferidas da metrópole para as colónias. Enquanto para as comunidades predominantemente africanas se introduziram métodos de projecto mais progressistas – e respeitadores da sua potencial identidade –, nos bairros europeus manteve-se um discurso nostálgico de transposição de um “regionalismo” artificialmente recriado num ambiente estranho.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/5122
DOI: 10.4000/cea.866
ISSN: 1645-3794
Ciência-IUL: https://ciencia.iscte-iul.pt/id/ci-pub-10323
Appears in Collections:CEI-RN - Artigos em revistas científicas nacionais com arbitragem científica

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
n25a08.pdf4.02 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.