Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/5076
acessibilidade
Title: Erradicação da poliomielite: razões e maneiras de pôr em prática : uma análise teórica
Authors: Barreiros, Ana Filipa Correia
Orientador: Bastos, Cristiana
Carvalho, Clara
Keywords: Erradicação
Organizações internacionais
Poliomielite
Política de saúde
Saúde Pública
Vacinação
Eradication
Health policy
Immunization
International organizations
Poliomyelitis
Public Health
Issue Date: 2012
Citation: BARREIROS, Ana Filipa Correia - Erradicação da poliomielite: razões e maneiras de pôr em prática : uma análise teórica [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/5076>.
Abstract: Prevenir e curar uma doença é um grande desafio e um grande feito, ao permitir apoiar o desenvolvimento pessoal de um indivíduo protegendo-o do grande peso para a vida humana que a doença representa. Este raciocínio aplica-se em particular à poliomielite, uma condição debilitante e já invisível no mundo desenvolvido, graças à introdução e disseminação de duas vacinas efectivas contra o poliovírus durante a década de 1950. A possibilidade de erradicar esta doença do planeta motivou a comunidade internacional a lançar, em 1988, a Iniciativa Global de Erradicação da Poliomielite (Global Polio Eradication Initiative - GPEI), uma parceria público-privada de organizações e países que colaboram em campanhas de vacinação, actividades de vigilância e de consciencialização das comunidades, que tem desde então trabalhado para conduzir o número total de casos de poliomielite a zero. O trabalho aqui apresentado procura perceber as motivações que levaram ao estabelecimento de um programa de erradicação da poliomielite, incluindo o enquadramento teórico que apoia esta decisão. Procura igualmente analisar os problemas com que o GPEI se depara, nomeadamente a recusa da vacinação pelas populações e a falta de cooperação com a Iniciativa. Uma atenção particular é prestada ao boicote ocorrido no norte da Nigéria entre 2003 e 2004, bem como às suas consequências locais e globais.
As disease poses an enormous toll on the life of human beings, its prevention and cure is a great challenge and achievement in supporting an individuals’ personal development. This reasoning applies particularly to poliomyelitis, a debilitating condition that has long been an invisible disease on the developed world, thanks to the introduction of two effective vaccines against poliovirus during the 1950s. The possibility of eradicating this disease from the planet has, in 1988, motivated the international community to launch the Global Polio Eradication Initiative (GPEI), a public-private partnership of organizations and countries cooperating in immunization campaigns, surveillance activities and community awareness, which has since been working to bring the total number of cases to zero. The work here presented aims to understand the motivations that drove the establishment of a poliomyelitis eradication programme, including the theoretical framework supporting this choice. It also intends to analyse the problems that the GPEI has been facing, namely the refusal of populations to be vaccinated and cooperate with the Initiative. Particular attention is paid to the 2003-2004 Northern Nigeria boycott and its local and global consequences.
Description: Mestrado em Desenvolvimento e Saúde Global
URI: http://hdl.handle.net/10071/5076
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertacao_FilipaBarreiros.pdf3.18 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.