Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/5059
acessibilidade
Title: Os novos media na revolução egípcia de 2011: um passo em frente na apropriação social das novas culturas de rede
Authors: Antero, Maria Inês Clímaco Casanova
Orientador: Cardoso, Gustavo Alberto Guerreiro Seabra Leitão
Keywords: Modelo comunicacional em rede
Ação coletiva
Movimento social
Internet
Redes sociais
Primavera Árabe
Egito
Network communication
Collective action
Social movement
Social networks
Arab Spring
Egypt
Issue Date: 2012
Citation: ANTERO, Maria Inês Clímaco Casanova - Os novos media na revolução egípcia de 2011: um passo em frente na apropriação social das novas culturas de rede [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/5059>.
Abstract: Em 2011 a rebelião política e social reemergiu nas ruas um pouco por todo o mundo, com efeitos profundos na região árabe. Em Janeiro desse ano, o governo tunisino caiu após semanas de protestos, seguindo-se, da mesma forma, protestos anti-governo no Egito, levando igualmente à renúncia do seu presidente. Estas agitações surgiram em novos formatos e novos nomes lhe foram dados: Primavera Árabe, Facebook Revolution. O presente artigo contextualiza a transformação do paradigma da comunicação, na qual as culturas de pertença em rede e a necessidade crescente da criação de novos canais comunicacionais são fatoreschave, e com isto apresenta as novas evidências empíricas, oferecidas pelas recentes ondas de protesto, do impacto que podem ter as interações online e a troca de informação na formulação de novas políticas. Foca-se na revolução do Egito de 2011, enquanto caso exemplar da conjugação das novas ferramentas de comunicação com o contexto de indignação e revolta, pelo que são analisados o panorama mediático egípcio e o contexto social, histórico e político que levaram aos protestos e à revolução. Argumenta-se sobre o papel fundamental dos media sociais1 para o sucesso dos protestos anti-governo, constituindose como um importante recurso para a mobilização coletiva e para a organização de movimentos sociais contemporâneos. A Internet criou uma nova interface entre a política e a ação coletiva, abrindo novos canais para a coordenação e mobilização social, pelo que será de maior importância estas temáticas serem de excelência para futuras pesquisas, numa era que é digital e numa sociedade que funciona em rede.
In 2011 the political and social rebellion re-emerged on the streets all over the world, with profound effects on the Arab region. In January 2011, the Tunisian government stepped down after weeks of protests, followed in the same way, by the anti-government protests in Egypt, leading also to the resignation of its president. These upheavals have emerged in new forms and new names were given to it: Arab Spring, Facebook Revolution. This article analyzes the transformation of the communication paradigm in which the cultures of network belonging and the increasing need of creating new communication channels are key factors, presenting new empirical evidences, offered by the recent waves of protest, of the impact that online interactions and exchange of information can have in formulating new policies. It focuses on the Egyptian revolution of 2011, while an exemplary case of the combination of new communication tools with the context of indignation and outrage. It analyzes the Egyptian media landscape and the social, historical and political context that led do the protests and to the revolution. It argues about the role of social media in the success of antigovernment protests, as an important resource for collective mobilization and the organization of contemporary social movements. The internet has created a new interface between politics and collective action, opening new channels for coordination and social mobilization, and it will be of greater importance the existence of future research on these topics, in an era that is digital and in a network society.
URI: http://hdl.handle.net/10071/5059
Designation: Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Os Novos Media na Rev. Egípcia 2011 - Dissertação.Mª Inês Antero.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.