Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/5026
acessibilidade
Title: Análise dos factores determinantes do auto-emprego em Portugal
Authors: Araújo, Hugo Mestre
Orientador: Simões, Nádia Nogueira
Keywords: Auto-emprego
Portugal
Determinantes
Entrada
Análise regional
Self-employment
Portugal
Determinants
Entry
Regional analysis
Issue Date: 2012
Citation: ARAÚJO, Hugo Mestre - Análise dos factores determinantes do auto-emprego em Portugal [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/5026>.
Abstract: Desde a década de 80 que o tema do auto-emprego tem sido alvo de inúmeros estudos teóricos e empíricos, um pouco por todo o Mundo. Nos últimos 20 anos, fruto do crescente e contínuo processo de globalização, bem como da recente crise económica que se instalou nalguns países (com severos impactos no mercado de trabalho), muitos autores têm focado a sua pesquisa no impacto do auto-emprego na população imigrante, bem como no seu carácter de solução de último recurso. Os seus estudos confirmam a existência de uma “predilecção” destes trabalhadores por esta forma de trabalho, que acaba por ser a sua melhor hipótese de integração em mercados muito fechados. No que respeita a Portugal, uma amostra retirada do “Inquérito ao Emprego” do INE e tendo por base dados para o período entre 1998 e 2010, permitiu verificar que factores como a experiência, a educação e a idade parecem ser absolutamente determinantes para a decisão de entrada no auto-emprego, o que vai de encontro a pesquisas anteriores de outros autores. Uma pesquisa em termos regionais permitiu, ainda, eliminar a ideia de que pudessem existir padrões ou similitude entre algumas regiões, ou seja, apesar de existirem algumas diferenças, predominam os padrões comuns. Assim, as únicas diferenças encontradas respeitam aos Arquipélagos (sobretudo da Madeira) e ao Continente, mas mesmo essas não parecem ter demasiada importância.
Self-employment has been a current theme since the 80´s, being studied all over the world. In the last two decades, the on-going process of globalization, as well as the economic and financial crisis that has affected some of the biggest and most powerful economies in the world, have influenced the economic literature that now tries to understand if self-employment can correct and improve the conditions of the labor market. When it comes to Portugal, using micro level data drawn from the Portuguese Labour Force Survey, concerning the period between 1998 and 2010, we concluded that factors such as previous work-related experience, education and age appear to be the key determinant factors that explain the decision of being self-employed. These conclusions are in line with a large number of other international studies. Finally, a more regional-fractioned research allowed us to understand that, in Portugal, with some minor exceptions, the characteristics mentioned above also seem to be the most important determinants in every region..
Description: A10, J21, R10, R11
URI: http://hdl.handle.net/10071/5026
Designation: Mestrado em Economia da Empresa e da Concorrência
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese Mestrado- Hugo Araujo.pdf1.74 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.