Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/4976
Full metadata record
acessibilidade
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCarvalho, Clara Afonso de Azevedo de-
dc.contributor.advisorCraveiro, Isabel Maria Rodrigues-
dc.contributor.authorPaixão, Cláudia-
dc.date.accessioned2013-05-22T15:48:16Z-
dc.date.available2013-05-22T15:48:16Z-
dc.date.issued2012-
dc.date.submitted2012-10por
dc.identifier.citationPAIXÃO, Cláudia - Cooperação Sul-Sul: exemplo cubano de cooperação em saúde com Moçambique [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2012. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/4976>.pt-PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10071/4976-
dc.description.abstractA discussão aqui proposta aborda os ângulos analíticos da literatura sociológica e antropológica sobre os modelos de cooperação internacional em saúde. O trabalho elege diferentes abordagens sobre as políticas dominantes de desenvolvimento e de cooperação e reflecte sobre o crescente aumento das situações de pobreza em países do sul. A grande crítica assenta nas lógicas da globalização e tentativas de homogeneidade em prol de um modelo de desenvolvimento global (Norte-Sul) o qual se tem caracterizado como um desenvolvimento controverso e desigual. A contraposição apresentada ao modelo dominante descreve o modelo de cooperação sul-sul na sua origem e evolução, a partir de questões de ordem política, económica e de cooperação em saúde. O “estudo de caso” sobre a cooperação Cubana em Moçambique cogita uma reformulação do modelo de cooperação a partir de países com o mesmo nível de desenvolvimento baseado em princípios de solidariedade, reciprocidade e equidade numa lógica de diplomacia em saúde.por
dc.description.abstractThe proposed discussion focuses on the analytical angles of sociological and anthropological literature on models of international cooperation in health. The paper chooses different approaches about the dominant political development and cooperation and reflects on the increasing poverty situations in southern countries. The major criticism is based on the logic of globalization and attempts to homogeneity in favor of a global development model (North-South) which has been characterized as a controversial and uneven development. The workaround presented to the dominant model describes the model of South-South cooperation in its origin and evolution, both from political, economic issues and health cooperation. The "case study" on the Cuban cooperation in Mozambique cogitates a reformulation of the model of cooperation from countries with the same level of development based on principles of solidarity, reciprocity and equality in a logic of diplomacy in health.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccess-
dc.subjectCooperação Sul-Sulpor
dc.subjectCubapor
dc.subjectMoçambiquepor
dc.subjectSaúdepor
dc.subjectSouth Cooperationpor
dc.subjectHealthpor
dc.subjectMozambiquepor
dc.titleCooperação Sul-Sul: exemplo cubano de cooperação em saúde com Moçambiquepor
dc.typemasterThesispt-PT
thesis.degree.nameMestrado em Desenvolvimento e Saúde Global-
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertação_Coop.CubaMoçambique_CláudiaPaixão - Biblioteca.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.