Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/4952
acessibilidade
Title: Bem-estar no trabalho em contexto policial: o contributo dos valores e das práticas organizacionais
Authors: Gonçalves, Sónia Marisa Pedroso
Orientador: Neves, José Gonçalves das
Keywords: Psicologia saúde ocupacional
Bem-estar
Cultura organizacional
Gestão de recursos humanos
Polícia
Occupational health psychology
Well-being
Organizational culture
Human resources management
Police
Issue Date: 2011
Citation: Gonçalves, Sónia Marisa Pedroso - Bem-estar no trabalho em contexto policial: o contributo dos valores e das práticas organizacionais [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2011. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/4952>. ISBN 978-989-732-113-9.
Abstract: O projecto de doutoramento apresentado nesta tese nasceu de uma dupla constatação: primeiramente a lacuna existente a nível teórico-empírico, relativamente ao estudo das características organizacionais associadas ao bem-estar no trabalho; e, em seguida, o facto de o conhecimento acerca do sector policial ser, no nosso país, bastante escasso no que se refere à abordagem em investigação, relativamente a estes temas. Este trabalho tem definido como objectivos a realizar a análise do bem-estar no trabalho, relacionado com os profissionais de polícia, assim como a caracterização da cultura organizacional e das práticas de gestão de recursoshumanos no sector policial. Pretende-se, igualmente, analisar o contributo das percepções acerca da cultura organizacional e das práticas de gestão de recursos humanos para o bem-estar desses profissionais, testando o papel do ajustamento indivíduo-organização nestas relações. No sentido de concretizar estes objectivos, esta dissertação integra, para além doscapítulos de revisão de literatura e de caracterização do contexto em análise, nove estudosempíricos que se pretende que resultem como elementos valorizadores da tese e como mais-valias pela sua eventual aplicabilidade nas instituições em análise. A nível teórico, apresenta-se como um trabalho dinamizador da investigação ao evidenciar o contributo das percepções acerca da cultura e das práticas de gestão de recursos humanos para os níveis de bem-estar no trabalho. Reforça-se, assim, a necessidade de incluir nos modelos tradicionais e na pesquisa esta componente, em simultâneo com as características individuais e do trabalho, pois os estudos apoiam a necessidade de investir na investigação das variáveis mediadoras e moderadorasque podem intervir nesta relação. Em termos metodológicos, salienta-se a importância de conceptualizar o bem-estar no trabalho numa perspectiva multidimensional. Para além disto, este trabalho reforça a pertinência de se considerar uma abordagem comparativa inter-institucional de modo a aprofundar a caracterização do contexto sectorial, caracterizando, ainda, como mais-valia, a opção de se recorrer a múltiplas fontes de informação, e desenhos de investigação, que se revelam complementares. No que concerne ao nível da intervenção organizacional, destaca-se a necessidade de investir na promoção do bem-estar dos profissionaisde polícia, tal como numa cultura organizacional equilibrada e com melhores práticas de gestão de recursos humanos. Este trabalho realça, assim, o papel das percepções da cultura organizacional e das práticas de gestão de recursos humanos para o bem-estar dos profissionais, bem como a sua percepção de ajustamento à organização. Paralelamente, este estudo faculta uma visão integrada deste sector profissional, o que permite às organizações traçar estratégias que devem ser pensadas intra e inter institucionalmente com vista à promoção do bem-estar dos polícias, cujo papel na sociedade é reconhecidamente imprescindível.
The doctoral project put forward in this thesis wasborn of a double acknowledgement: firstly, the existing gap at the theoretical-empirical level as regards the study of the organizational characteristics related to well-being at the workplace; secondly, the fact that knowledge on the police sector is in our country quite scarce in terms of research approach to these matters. This project sets as its goals to analyze well-being at the workplace in connection with the professional police officers, as well as characterize the organizational culture and the practices of human resources management within the police sector. It also intends to analyze the contribution of perceptions of both the organizational culture and the practices of human resources management to the well-being of those professionals, thus testing the individual-organization adjustment role within those relationships. In order to achieve these objectives, the present thesis includes nine empirical studies,in addition to the chapters of literature review and characterization of the context under analysis. The inclusion of those studies aims to value the thesis and work as an asset for their possible applicability to the institutions under analysis. Theoretically, this project deploys as a leading research study for it underlines the contribution of the perceptions of the culture and practices of human resources management to the levels of well-being at the workplace. It thus highlights the need of traditional models and research including this component together withindividual and work characteristics. Studies have reinforced the need of conducting further research on the mediating and moderating variables that may affect this relationship. Methodologically, it highlights the importance of conceptualizing well-being at the workplace from a multidimensional perspective. Additionally, this thesis stresses the pertinence of considering an inter-institutional comparative approach so as to provide further insight into the characterization of the sectoral context. It also describes the value of the option of using multiple information sources, and research drawings as well, that prove to be complementary. As regards the organizational intervention, emphasis lies on the need of promoting well-being among professional police officers as if it were a stable organizational culture with the best practices of human resources management. Therefore, this thesis highlights the role of perceptions of the organizational culture and the practices of human resources management concerning professionals’ well being, as well as their perception of adjustment to the organization. Simultaneously, this study provides an integrated insight into this professional sector, which enables organizations to set up strategies that should be considered intra- and inter-institutionally so as to promote police officers’ well-being, whose role in society is widely recognized as indispensable.
Description: 3600
URI: http://hdl.handle.net/10071/4952
Thesis identifier: 101368364
ISBN: 978-989-732-113-9
Designation: Doutoramento em Psicologia
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese_PhD_vfinal.pdf3.88 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.