Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/4561
acessibilidade
Title: As representações sociais dos jovens e dos seus cuidadores sobre saúde mental: da investigação à acção
Authors: Almeida, Angélica Nunes de
Orientador: Gonçalves, Marta
Keywords: Representação social
Saúde mental
Jovens
Cuidadores
Social representations
Mental health
Youth
Caregivers
Issue Date: 2011
Citation: ALMEIDA, Angélica Nunes de - As representações sociais dos jovens e dos seus cuidadores sobre saúde mental: da investigação à acção [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2011. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/4561>.
Abstract: A investigação das representações sociais sobre saúde mental permite delinear estratégias de prevenção e redução de barreiras associadas a estes serviços, assim como desfazer estereótipos e estigmas. Contudo, verifica-se a falta destes estudos na população infanto-juvenil. A presente investigação tem como objectivos: caracterizar as representações sociais de Saúde Mental dos jovens e dos seus cuidadores; descrever e comparar jovens e cuidadores numa perspectiva inter-geracional; e disseminar os dados da Fase I e explorar com os jovens estratégias de intervenção para o contexto educativo. Na Fase I foram aplicados questionários aos jovens (N=106) e aos cuidadores (N=56) do 3º Ciclo do Ensino Básico. Na Fase II foram realizados dois grupos focais com 11 jovens. Os resultados indicam que a concepção de saúde mental para os jovens e cuidadores diz respeito a não usar drogas. Doença mental está associada com ter stress, problemas. Para os dois grupos, a origem destas representações provêm dos pais. Em situações de mal-estar psicológico, os jovens procuram mudar a situação e distrair-se; enquanto os cuidadores também sugerem que o jovem fale com alguém. Nestas situações, os jovens procuram mais os amigos e irmãos, enquanto os cuidadores consideram os pais e os amigos. A barreira mais referida no acesso a estes serviços, para os dois grupos, está relacionada com medos e estigmas. Também verifica-se a importância de actividades expositivas e de acção, envolvendo a comunidade escolar e profissionais de saúde. Esta investigação pretende contribuir para a melhoria de acções preventivas no domínio educacional, social e da saúde.
The investigation of mental health social representations can outline strategies to prevent and overcome barriers against access to mental health services, as well as breaking down stereotypes and stigma. However, there is a lack of studies in this field for youth population. The aims of this study is to characterize social representations of mental health of youth and their caregivers, describe and compare youth and caregivers perspective, and disseminate the data and explore strategies of action with youth for educational context. In Phase 1 questionnaires were administrated to young people (N=106) and caregivers (N=56) of the 3rd cycle of basic education. In Phase 2 were conducted two focus groups with 11 young people. The findings indicate that social representation of mental health for youth and caregivers is related to not taking drugs. Mental illness therefore with having stress, problems. According to both groups, the origin of these representations is the parents. When psychological distressed, young people try to change the situation and distract themselves. Though what caregivers encourage them to do is, besides changing the situation, to talk to someone about the problem. Who young people seek in that situation are their siblings and friends. Though caregivers believe that they seek their parents and friends. The barriers in the access to mental health care for youth and caregivers are stigma and stereotypes. Also, there is the importance of expository and action activities involving school community and health professionals. This study contributes to the improvement of preventive actions of education, social and health professional.
URI: http://hdl.handle.net/10071/4561
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertação-final-danka.pdf2.1 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.