Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/4461
acessibilidade
Title: A mudança do sistema energético em Portugal e a sua sustentabilidade: diagnóstico e desafios
Authors: Martins, Pedro Miguel Mira
Orientador: Lança, Isabel Salavisa
Keywords: Energias renováveis
Inovação
Políticas públicas
Mudança de sistema energético
Carbon lock-in
Renewable energy
Innovation
Public policy
Shift of energy systems
Issue Date: 2011
Citation: MARTINS, Pedro Miguel Mira - A mudança do sistema energético em Portugal e a sua sustentabilidade: diagnóstico e desafios [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2011. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/4461>.
Abstract: A energia é hoje um sector fundamental para o desenvolvimento socioeconómico, que se quer cada vez mais sustentável. O actual modelo energético baseia-se essencialmente no uso de combustíveis fósseis, como o carvão, gás natural e petróleo, cuja combustão é responsável pela libertação de gases com efeito de estufa, intimamente associados ao fenómeno de aquecimento global. Para além disso, a dependência dos combustíveis fósseis tem um impacto na competitividade económica dos países, nomeadamente daqueles onde estes recursos energéticos primários são muito escassos, como é o caso de Portugal. Impõe-se assim, uma mudança na estratégia do sector energético, que permita uma introdução das energias renováveis de forma mais significativa. Até agora, essa mudança ainda não foi operada eficientemente, contribuindo para isso o custo elevado das energias renováveis face aos combustíveis fósseis, a falta de informação acerca das novas tecnologias e a inércia dos decisores políticos em matéria de sustentabilidade ambiental. Estes, entre outros factores, justificam o fenómeno de carbon lock-in. Contudo, as energias alternativas, nomeadamente a energia eólica, a solar, a hídrica e os biocombustíveis, começam agora a ter peso no balanço energético final, sendo uma fracção importante de recursos primários no sistema eléctrico, tanto a nível europeu como a nível nacional. As políticas europeias para o sector energético, visam agora alcançar a sua sustentabilidade económica e ambiental, tornando o consumo de energia mais eficiente e racional e aumentando assim a competitividade das economias Nesta matéria de investimento nas renováveis, Portugal apresenta indicadores muito favoráveis, resultantes de políticas públicas que visam o cumprimento das metas estabelecidas a nível europeu.
Energy is today a critical sector for the socioeconomic development, which aims to be sustainable. The present energy model is deeply dependent on fossil fuels, such as coal, oil and natural gas, being the combustion of these fuels responsible for the emission of greenhouse gases to the atmosphere, that are intimately related to global warming. Furthermore, the dependency on fossil fuels has a harmful impact on states’ economic competiveness, namely on those where energy resources are scarse, as it is the case in Portugal. Being so, it is crucial to change the present strategy for the energy sector, allowing the use of renewable energies in a more significant manner. Until now, this change was not efficiently endorsed. The reason for that are the higher costs of renewables in comparison to fossil fuels, the lack of information on recently developed technologies and also the passivity of policy makers regarding environmental issues. These aspects are on the basis of the carbon lock-in reality. Nevertheless, renewables namely wind, hydric, solar and biofuels are now starting to have a significant contribution to the final energy consumption, representing an important share of primary resources used in electricity production, both at European and national levels. Europe´s policies to the energy sector are now targeting to achieve economic and environmental sustainability, by promoting a more efficient and rational use of energy resources, thus increasing the economies’ competitiveness. In this matter, Portugal presents very favorable indicators, as a result of public policies which aim to achieve the defined goals for the energy sector.
URI: http://hdl.handle.net/10071/4461
Designation: Mestrado em Economia e Políticas Públicas
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese Mestrado em Economia e Políticas Públicas_Pedro Martins.pdf2.92 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.