Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/4245
acessibilidade
Title: Na terra de ninguém: os outros protagonistas
Authors: Rodrigues, Maria José Nobrega
Orientador: Ferreiro, Maria de Fátima
Dias, Nuno
Keywords: Economia solidária
Construção civil
Trabalho doméstico
Redes sociais
Migração
Portugal
Solidarity economy
Civil construction
Domestic work
Social networks
Migration
Issue Date: 2010
Citation: RODRIGUES, Maria José Nobrega - Na terra de ninguém: os outros protagonistas [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2010. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/4245>.
Abstract: Nas últimas duas décadas, o panorama das migrações em Portugal sofreu mudanças profundas. A par da imigração provenientedos PALOP e de uma diversificação dos fluxos migratórios provenientes do Brasil, a imigração da Europa de leste constitui-se como uma das categorias estatisticamente maisrelevantes. A principal preocupação que esteve na origem deste trabalho prende-se com a necessidade de dar voz a outros protagonistas da sociedade portuguesa. Elegemos como objectivo a compreensão das estratégias de incorporação de duas populações imigrantes, dos segmentos de mercado de trabalho onde se concentram e do papel das redes sociais nesses processos. São homens e mulheres, trabalhadores da construção civil e trabalhadoras domésticas, respectivamente, oriundos da Europa de Leste (Ucrânia e Moldávia) e de Cabo Verde. Em função do estatuto vulnerável e precário destas populações quisemos simultaneamente compreender a importância e o contributo particular dos valores da Economia Solidária na vida destas populações. Foi no espaço de uma associação, a Solidariedade Imigrante, enquanto espaço privilegiado de circulação, mobilização e capacitação de imigrantes, querealizámos o nosso estudo de casos. Foi também nesse espaço que compreendemos o papel activo de uma instituição solidária, que congrega os ideais da Economia Solidária, que foi possível redesenhar o conceito de rede social. Nesta exposição partimos do geral para o particular. Abordamos as várias dimensões da Economia Solidária enquanto promotora de uma lógica de solidariedade alternativa aos modelos económicos clássicos,que se orientam sobretudo para o lucro, apostando num modelo que visa a integraçãoda economia em todos os aspectos da vida global, estruturando-se com base nas realidades culturais e funcionando como factor de coesão social. A estratégia metodológica adoptada convida, à participação de um percurso de investigação construído a múltiplas vozes, protagonizadas por diferentes actores sociais, um dirigente associativo e doze entrevistas a imigrantes. Em suma, este trabalho aqui apresentado é fruto de um esforço que tenta aprofundar, através da visão da Economia Solidária, a complexidade dos processos profissionais dos imigrantes na sociedade portuguesa contemporânea. Desta abordagem confiaremos que possam surgir pistas para um novo modelo de integração dos imigrantes, que viabilize um progresso no sentido da solidariedade e da justiça socialatravés do contributo de todos.
For the last two decades, migrations in Portugal have undergone profound changes. Alongside the continuing immigration from PALOP and a diversification of migration flows from Brazil, immigration from Eastern Europe constitutes now one of the most relevant statistical categories. The main concern that led to this work relates with the need to give voice to other social actors inthe Portuguese society. We elected as main goals the understanding of the incorporation strategies of two immigrant populations; the labour market segments where they are concentrated; and the role of social networks in these processes. These are men and women, construction workers and domestic workers, respectively, from Eastern Europe(Ukraine and Moldova) and Cape Verde. Simultaneously, considering the vulnerable and precarious status of these populations, we wanted to understand both the importance and contribution of particular values of Solidarity Economy in their lives. It was within an association, the Immigrant Solidarity, as a privileged space for circulation, mobilization and empowerment of immigrants that our case study took place. It was also in this space, where we understood the active role of a caring institution – which embraces the ideals of Solidarity Economy – that we could redraw the concept of social networking. In this research we went from general to particular. We approach the various dimensions of Solidarity Economy as enablers of a logic of solidarity, alternative to classic economic models – which are primarily focused on profit – and investing in a model that aims to integrate the economy in all aspects of global life. The methodological strategy adopted reflects a research project based on multiple voices, led by different social actors – an association leader and twelve interviews with immigrants. In short, this analysis is the result of an effort that tries to deepen – resorting to the Solidarity Economy theoretical framework– the complexity of immigrant’s professional processes in contemporary Portuguese society. From this approach, we rely that some clues may arise considering a new model ofimmigrant integration which enables a progress in the sense of solidarity and socialjustice, with the contribution of all.
URI: http://hdl.handle.net/10071/4245
Designation: Mestrado em Economia Social e Solidária
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
TESE_maria jose rodrigues 2010_VFFF.pdf2.23 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.