Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/4160
acessibilidade
Title: What factors determine the leverage ratio of subsidiaries of multinational banks?
Authors: Lavrador, Isabel Maria Monteiro
Orientador: Gulamhussen, Mohamed Azzim
Keywords: Multinationals
Banks
Capital structure
Economic integration
Multinacionais
Bancos
Estrutura de capital
Integração económica
Issue Date: 2011
Citation: LAVRADOR, Isabel Maria Monteiro - What factors determine the leverage ratio of subsidiaries of multinational banks? [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2011. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/4160>.
Abstract: The paper constructs a new panel on 80 overseas subsidiaries of multinational banks from 1998 to 2008 to study their leverage decisions. Our findings indicate that the liabilities of subsidiaries of multinational banks are determined by their and their parent banks’ financial conditions, and home and host country characteristics. In particular, leverage is positively influenced by size and by loan loss reserves, and is negatively influenced by interest revenues and non-interest income of the subsidiary. Regulatory oversight of bank capital in the host country increases leverage. Parent’s equity level and loan loss reserves negatively influence leverage, but non-interest income and efficiency positively influences leverage. Economic freedom in the home country of the parent bank positively influences leverage, but regulatory restrictions on bank activities negatively influence leverage. These findings highlight the cross-border linkages in the global banking system.
Para a realização do presente estudo foi criada uma nova base de dados em painel, com dados de 80 subsidiárias de bancos multinacionais localizadas em países estrangeiros, para o período compreendido entre 1998 e 2008, com o intuito de analisar as suas decisões de leverage. Os resultados revelam que os passivos das subsidiárias de bancos multinacionais são determinados pelas condições financeiras das subsidiárias e dos seus bancos mãe, e pelas características dos países de origem e de destino. Em particular, o leverage é positivamente influenciado pela dimensão da subsidiária e pelas reservas para perdas em empréstimos, e é negativamente influenciado pelas receitas de actividades geradoras de juros e pelo rendimento de actividades não geradoras de juros. A supervisão reguladora do capital dos bancos no país de destino aumenta o leverage. O nível de capital e as reservas para perdas em empréstimos do banco mãe influenciam negativamente o leverage, mas o rendimento de actividades não geradoras de juros e a eficiência do banco mãe influenciam positivamente o leverage. A liberdade económica no país de origem do banco mãe influencia positivamente o leverage, mas as restrições inerentes à regulação da actividade bancária influenciam negativamente o leverage. Estes resultados destacam as ligações transfronteiriças no sistema bancário multinacional.
URI: http://hdl.handle.net/10071/4160
Designation: Mestrado em Economia Monetária e Financeira
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese Mestrado Isabel Lavrador (26-09-2011).pdf484.77 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.