Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/4003
acessibilidade
Title: Afinal a quem pertenço?: os efeitos do outsourcing na relação entre os colaboradores e as organizações
Authors: Bernardes, Sara Deen
Orientador: Nunes, Francisco Guilherme
Keywords: Outsourcing
Força da identidade organizacional
Conflito e ambiguidade de papel
Identificação organizacional
Organizational Identity strength
Role conflict and ambiguity
Organizational identification
Issue Date: 2011
Citation: BERNARDES, Sara Deen - Afinal a quem pertenço?: os efeitos do outsourcing na relação entre os colaboradores e as organizações [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2011. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/4003>.
Abstract: No âmbito da tese de mestrado em GRH no ISCTE, pretendeu-se analisar a influência que o outsourcing poderá ter sobre a percepção dos colaboradores face à força da identidade organizacional bem como sobre os seus sentidos de pertença à entidade, referindo-se assim à identificação organizacional. De forma a realizar um reportório de análise mais explicativo e específico, usufruiu-se de alternativas à identificação organizacional, sendo estas a identificação neutra, ambivalente e a desidentificação. Contextualizou-se ainda ao estudo, o prestígio externo percebido, o conflito e ambiguidade de papel bem como a satisfação profissional. Através de uma pesquisa na literatura, surtiu-nos de forma constelar um modelo caracterizador de uma entidade estruturalmente heterogénea, que integra o outsourcing na sua estratégia empresarial. Neste caso, sugere-se que a força da identidade organizacional poderá estar comprometida sendo aqui susceptível o conflito e ambiguidade de papel sentido pelo colaborador. Consequentemente, os sentidos de pertença do indivíduo face à organização divergirão, influenciando a sua satisfação profissional. De forma a validar este desenho da organização, analisou-se as relações e influências destas variáveis, através de um estudo empírico efectuado a 113 colaboradores numa empresa de handling aeroportuário, à qual dar-se-á o nome fictício de GroundStaff. A amostra compreende 60,2% colaboradores que se encontram em regime outsourcing e os restantes 39,8% são membros internos da entidade em análise. Os resultados revelaram-se justificativos no seu contexto. Desta forma, conclui-se com a sugestão de que a força da identidade organizacional poderá estar comprometida devido à integração do outsourcing, quando as estratégias corporativas não estão alinhadas, sendo as suas repercussões consideráveis.
In this master GRH thesis at ISCTE, the goals were to analyze the influence of outsourcing in Organizational Identity Strength and its effect on the sense of belonging from employees facing the organization, specifically what concerns to organisational identification. In order to realise a more explicit and specific report of analyses we used alternatives to organizational identification, being the neutral, ambivalent and desidentification. We linked also to the context of the study the perceived prestige, role conflict and ambiguity as well as professional satisfaction. Through a literary study, we managed to design a characterizing model of a heterogenic structure, which integrates outsourcing in the company’s strategy. In this case we suggested that the organizational identity could be compromised, revealing on employees feelings of role conflict and ambiguity on employees. Thus, identification of the individual towards the organization might diverge and influence professional satisfaction. To validate this study of the organization, seven hypotheses were defined to analyze the relations and influences of these variables. To study these analyses, an empiric study was conducted to 113 employees in an airport handling agency that we will name GroundStaff. In this study, 60,2% individuals are on outsourcing contracts and the remaining 39,8% are employees of the company. The results revealed to be justified in the context. In conclusion, we suggest that organizational identity strength could be compromised due to the integration of outsourcing when corporate strategies are not matching, being the repercussions of it considerable.
URI: http://hdl.handle.net/10071/4003
Designation: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
TESE_SARABERNARDES.PDF.pdf1.28 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.