Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/3970
acessibilidade
Title: Uma equipa feliz é uma equipa produtiva? O bem-estar nas equipas de trabalho e a sua relação com o desempenho
Authors: Soares, Ana Raquel da Cruz
Orientador: Passos, Ana Margarida
Keywords: Equipas de trabalho
Eficácia de equipa
Bem-estar subjetivo
Emoção de grupo
Contágio emocional
Dimensão temporal
Work teams
Team efficacy
Subjective well-being
Group emotion
Emotional contagion
Temporal perspective
Issue Date: 2010
Citation: SOARES, Ana Raquel da Cruz - Uma equipa feliz é uma equipa produtiva? O bem-estar nas equipas de trabalho e a sua relação com o desempenho [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2010. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/3970>.
Abstract: O presente estudo visa compreender o papel do bem-estar subjectivo no desempenho das equipas ao longo do tempo. Neste sentido é apresentado um modelo baseado na lógica input-processo-output circular, que apresenta as emoções como característica input e como um resultado, captando assim a perspectiva temporal amplamente negligenciada na literatura (Marks, Mathieu & Zaccaro, 2001). O bem-estar subjectivo como um fenómeno colectivo, passível de ter significado a nível das equipas, é reconceptualizado e fundamentado teoricamente na literatura do contágio emocional e metodologicamente no modelo de composição de consenso directo como forma de guiar o desenvolvimento e validação do constructo proposto (Chan, 1998). Foram utilizadas 50 equipas em contexto de competição. Os resultados corroboraram a existência de contágio emocional positivo, tendo demonstrado ainda que as emoções das equipas diferem em função do desempenho alcançado e do contágio emocional sentido. Foi ainda demonstrado que as emoções positivas avaliadas num primeiro tempo de interacção têm impacto nas emoções positivas e na satisfação com a equipa do tempo seguinte. O desempenho objectivo foi mediador da relação entre as emoções positivas num primeiro momento de interacção e as emoções positivas do tempo seguinte, actuando também como mediador da relação entre as emoções positivas do primeiro tempo e a satisfação com a equipa do tempo seguinte. Por sua vez, o desempenho subjectivo não revelou mediar qualquer relação entre os diferentes tipos de afecto analisados. As implicações teóricas e práticas, bem como as limitações são analisadas, sendo ainda exploradas algumas vias de interesse para investigações futuras.
The present study focuses on the role of subjective well-being, regarding teams’ performances during a period of time. In this sense, it is presented a theoretical model supported by a circular input-process-output logic, that embrace emotions as input characteristic and output, which enables to enthral a temporal perspective widely neglect in literature (Marks, Mathieu & Zaccaro, 2001). Subjective well-being is presented as a collective phenomenon with meaning at team level, theoretically supported by emotional contagion literature and methodologically by the direct consensus composition model as a way to guide the development and validation of the proposed construct (Chan, 1998). Fifty teams were measured in a competition context. The results supported the existence of positive emotional contagion. Both performance and emotional contagion have a significant impact on teams’ emotions. The results also demonstrated that positive emotions assessed in a first time interaction had impact on positive emotions and team satisfaction of the next interaction episode. The interaction between positive emotions of the first time interaction and positive emotions and team satisfaction of the next interaction episode was mediated by objective performance, while subjective performance had no significant role. Theoretical and practical implications and the limitations of this study are analyzed. Some possible avenues of interest for future studies are discussed.
URI: http://hdl.handle.net/10071/3970
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese Uma equipa feliz é uma equipa produtiva_Ana Soares_2010.pdf1.15 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.