Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/3902
acessibilidade
Title: A precariedade e as atitudes face ao trabalho e emprego: o efeito dos vínculos contratuais
Authors: Sousa, Cátia Andreia Vera Veríssimo de
Orientador: Stoleroff, Alan David
Keywords: Precariedade
Trabalhadores efectivos
Trabalhadores a termo
Trabalhadores temporários
Atitudes
Motivação
Satisfação
Ligação trabalhador – organização
Precarious
Fixed-term workers
Temporary workers
Permanent workers
Attitudes
Motivation
Job satisfaction
Relation with the organization
Issue Date: 2010
Citation: SOUSA, Cátia Andreia Vera Veríssimo de - A precariedade e as atitudes face ao trabalho e emprego: o efeito dos vínculos contratuais [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2010. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/3902>.
Abstract: A proliferação dos contratos precários ou atípicos e a consequente perda de estabilidade e segurança dos postos de trabalho tem levantado questões ao nível organizacional, nomeadamente nas diferenças de atitude face ao trabalho entre trabalhadores efectivos e “precários”. Tendo como base uma amostra constituída por 150 trabalhadores de um Call Center, entre os quais 78 trabalhadores com contrato sem termo, 38 com contrato a termo e 32 com contrato de trabalho temporário, o principal objectivo deste estudo é analisar e comparar a influência que os diferentes tipos de contrato exercem sobre as atitudes face ao trabalho, nomeadamente a satisfação, a motivação e a ligação trabalhador – organização. Os resultados demonstram que, contrariamente ao que a literatura tem vindo a defender os trabalhadores efectivos não se encontram mais satisfeitos ou motivados quando comparados com os contratados a termo, deixando adivinhar uma certa letargia neste sector contratual. Com efeito, apesar da precariedade do seu vínculo, são os trabalhadores a termo que demonstram atitudes mais positivas face ao trabalho. Finalmente, o grupo que apresenta atitudes mais negativas face ao trabalho é o dos trabalhadores temporários, o que leva a concluir que estes poderão ser considerados os verdadeiros “precários”.
The precarious or atypical work contracts proliferation, and the resulting loss of work stability and security, has raised questions regarding organizational standard, namely the question as to whether or not different types of work contracts, such as permanent and atypical temporary contracts determine different attitudes towards work. With a sample of 150 Portuguese workers in a Call Center, among which 78 workers with permanent work contracts; 38 with fixed-term contracts and 32 with temporary contracts, the main goal of this study is to analyse and compare the attitudes of workers with different types of work contracts towards work, namely satisfaction, motivation, and their relation with the organization. Data was collected by questionnaire and the results suggest that, despite the ideas usually defended by litterature, permanent workers don`t seem to be more motivated or satisfied than fixed-term workers. We may even guess a certain lethergy emerging from the permanent contract sector. As a matter of fact, and despite the precarious character of their work contract, fixed-term workers demonstrate more positive attitudes and job satisfaction when compared with the other groups. Finally, the most negative attitudes are attached to temporary workers what may lead us to the conclusion that they are the" real precarious".
URI: http://hdl.handle.net/10071/3902
Designation: Mestrado em Ciências do Trabalho e Relações Laborais
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertação_CátiaSousa.pdf3.26 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.