Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/3887
acessibilidade
Title: São Tomé e Príncipe e o trabalho do Gabinete de Urbanização Colonial (1944-1974)
Other Titles: São Tomé and Príncipe and the Work of the Colonial Planning Office (1944-1974)
Authors: Milheiro, Ana Vaz
Keywords: Arquitectura santomense
São Tomé
Arquitetura moderna tropical
Gabinete de Urbanização Colonial
Estado Novo
Mário de Oliveira
Modern tropical architecture
São Tomé an architecture
Colonial Planning Office
Issue Date: Oct-2012
Publisher: Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro de Estudos Africanos (CEA-IUL)
Abstract: No quadro colonial português da segunda metade do século XX, o urbanismo e a arquitectura de promoção pública destinados a São Tomé e Príncipe seguem os mesmos princípios de outros projectos realizados a partir de Lisboa para os territórios ultramarinos sob administração portuguesa. Uma análise da sua evolução permite elencar as políticas de Obras Públicas do governo central para o Ultramar. Esta produção urbanística e arquitectónica é essencialmente realizada no âmbito do Gabinete de Urbanização Colonial (GUC), criado ainda durante a Segunda Guerra Mundial por Marcelo Caetano, então ministro das Colónias. Localmente, a Repartição de Obras Públicas e Comunicações de São Tomé e Príncipe é também responsável por um conjunto significativo de equipamentos, principalmente destinados ao ensino primário e à saúde. A maioria destes projectos nunca foi tratada e analisada. Consequentemente, alguns dos edifícios santomenses são aqui pela primeira vez datados e a sua autoria fixada.
In the Portuguese colonial context of the latter half of the 20th century publicly representative urbanism and architecture for São Tomé and Príncipe followed the same principles as other projects carried out for the Portuguese colonies from Lisbon. Analysis of their development allows one to identify the central government’s public works policies for the colonies. This planning and architectural output was essentially the work of the Colonial Planning Office (GUC), set up during World War II by Marcelo Caetano, the then Colonial Minister. Locally, the São Tomé and Príncipe Public Works and Communications Department was also responsible for a significant number of facilities, generally for primary education and health purposes. Most of these projects have never been surveyed or analysed.
URI: http://hdl.handle.net/10071/3887
ISBN: 978-989-732-089-7
Appears in Collections:CEI-CLN – Autoria de capítulos de livros nacionais

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Milheiro_STP_87_127.pdf6.97 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.