Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/3283
acessibilidade
Title: As atitudes, crenças e comportamentos preventivos dos jovens portugueses face ao VIH/SIDA e às campanhas de marketing social de prevenção e combate à doença
Authors: Vilela, Inês Gonçalves Ramos
Orientador: Figueiredo, Miguel
Keywords: Marketing
Social
Campanhas
Prevenção
VIH/SIDA
Jovens
Comportamentos
Sexuais
Social
Campaigns
HIV/AIDS
Young
People
Sexual
Behaviors
Issue Date: 2010
Citation: Vilela, Inês Gonçalves Ramos - As atitudes, crenças e comportamentos preventivos dos jovens portugueses face ao VIH/SIDA e às campanhas de marketing social de prevenção e combate à doença [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2010. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/3283>.
Abstract: Assumidamente a SIDA e a sua extraordinária propagação gerou um problema á escala mundial, cujas soluções de momento passam pela consciencialização de todos para a mudança de comportamentos sexuais, uma vez que ainda não surgiu uma solução médica. Entendemos ser importante que surjam estudos tendentes a avaliar os comportamentos e atitudes dos jovens face á problemática do VIH/SIDA, para que futuras campanhas de prevenção da mesma possam ser realizadas com maior taxa de êxito. A presente investigação teve por objectivos (1) analisar os comportamentos sexuais preventivos dos jovens face ao VIH/SIDA, (2) identificar as barreiras que se colocam á adopção de comportamentos sexuais mais saudáveis, (3) analisar as suas atitudes e crenças face ao VIH/SIDA, enquanto factores de inibição da adopção ou não de comportamentos sexuais mais positivos e (4) avaliar o impacto e notoriedade que as campanhas de Marketing Social de prevenção e combate á doença têm junto do grupo dos jovens. Para tal, foi administrado um inquérito por questionário a uma amostra de 151 jovens, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 15 e os 25 anos e uma média de idades de 19,2. Todos os jovens são provenientes da região da Grande Lisboa e frequentam o ensino secundário e o superior. Os resultados sugerem existirem hábitos razoavelmente positivos face á utilização do preservativo, apesar das atitudes preconceituosas relativamente ao preservativo em si; além destes preconceitos, destaca-se ainda a baixa percepção da vulnerabilidade entre os jovens de contraírem o VIH/SIDA, factos que resultam num obstáculo á adopção de comportamentos mais saudáveis. Constata-se existirem atitudes positivas face ás campanhas de Marketing Social, no entanto, a maioria dos jovens assumiu não ter contribuído para a sua mudança comportamental. As informações provenientes dos resultados deste estudo podem-se revelar, eventualmente, importantes para a realização de futuras campanhas de Marketing Social de prevenção e combate do VIH/SIDA no sentido de as tornar mais adequadas e eficazes junto do grupo dos jovens.
It is established that AIDS and its extraordinary spread has created great issues at a global scale, which solutions rely on alerting society for a behavioral change, once there is still no medical solution. We believe it is important to carry on researches that evaluate people’s attitudes and behaviors towards HIV/AIDS in order to implement future and more appropriated Social Marketing Campaigns. The main goals of our research were: (1) to analyze young people’s sexual and preventive behavior towards HIV/AIDS; (2) identify the obstacles of adopting healthier sexual behavior; (3) analyze youngster’s attitudes and beliefs regarding HIV/AIDS, as inhibiting factors of adopting more positive sexual behaviors; (4) evaluate the notoriety and impact that Social Marketing Campaigns regarding HIV prevention have among young people. We gave out a survey to a sample of 151 individuals, both genders, aged between 15 and 25 and with an age mean of 19,2. Everyone lives in Lisbon’s Metropolitan Area and is a high school or a college student. According to our results there are positive habits towards condom use, although the negative beliefs about condoms; besides there is a low perception of their own susceptibility of becoming infected by HIV/AIDS, facts that result on obstacles of adopting healthier sexual behavior. According to the present research there are positive attitudes towards Social Marketing Campaigns, although the majority of the inquired people assume that it did not have much impact on behavioral changes. We believe that the information of the present research can be important and relevant to future and more effective Social Marketing Campaigns regarding HIV/AIDS prevention among young people.
URI: http://hdl.handle.net/10071/3283
Designation: Mestrado em Marketing
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
As atitudes, crenças e comportamentos preventivos dos jovens.pdf34.5 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.