Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/2613
Full metadata record
acessibilidade
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMendes, Felismina-
dc.contributor.authorSaiote, Elisabete Cristina Gomes-
dc.date.accessioned2011-04-12T11:14:05Z-
dc.date.available2011-04-12T11:14:05Z-
dc.date.issued2011-04-12-
dc.date.submitted2010por
dc.identifier.citationSAIOTE, Elisabete Cristina Gomes - A percepção dos enfermeiros sobre a importância da partilha de informação com os familiares numa unidade de cuidados intensivos [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2010. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/2613>.pt-PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10071/2613-
dc.description.abstractO avanço tecnológico verificado ao longo destes últimos anos levou a uma melhoria na saúde proporcionando entre outros, um maior período de internamento dos doentes em UCI. Perante o internamento, os familiares desejam obter informação procurando o enfermeiro. Neste contexto surge como pergunta de investigação: Qual a importância que os enfermeiros das UCIs atribuem à partilha de informação com os familiares dos doentes? Como metodologia optou-se por um estudo exploratório e descritivo, numa perspectiva qualitativa. Como instrumento de colheita de dados foi utilizada a observação e a entrevista semi-estruturada a doze enfermeiros que desempenham funções em UCI. Resultados: Os enfermeiros ignoram as necessidades da família, no que respeita a comunicação e a informação, colocando estas competências em segundo plano na sua esfera de prioridades, dando voz as actividades mecanicistas e tecnicistas. Justificam a sua fuga à comunicação com o excesso de trabalho e falta de tempo. Foram identificados como factores limitadores do processo comunicacional, o tempo que o enfermeiro dispõe para dialogar, a carga de trabalho, as características inerentes à UCI, inexperiência no processo comunicativo e profissional e os mecanismos de defesa criados pelos enfermeiros.por
dc.description.abstractThe technological breakthrough over the years has led to a health improvement, resulting, amongst others, in a greater admission period of ICU patients. When faced with the ICU admission, the family turns their attention to the nurse seeking to obtain information. From this context arises the investigation question: What importance do ICU nurses attribute to the sharing of information with the patients family? In an effort to answer this question, it was chosen an exploratory and descriptive methodology, in a qualitative perspective. As a data collection instrument, it was used observation and the semi-structured interview on a sample of twelve ICU nurses.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectenfermeiro de UCIpor
dc.subjectinformaçãopor
dc.subjectcomunicaçãopor
dc.subjectfamíliapor
dc.subjectICU nursepor
dc.subjectinformationpor
dc.subjectcommunicationpor
dc.subjectfamilypor
dc.titleA percepção dos enfermeiros sobre a importância da partilha de informação com os familiares numa unidade de cuidados intensivospor
dc.typemasterThesispt-PT
thesis.degree.nameMestrado em Sociologia da Saúde e da Doença-
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese.pdf1.12 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.