Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/2413
acessibilidade
Title: “O que não atravessou o oceano, não pode ser feito aqui”: Onde está minha angola?
Authors: Previtalli, Ivete
Keywords: Candomblé angola
Sincretismo
Afro-brasileiro
Issue Date: 10-Mar-2011
Abstract: Este trabalho é parte da minha pesquisa de Doutorado sobre o candomblé de nação angola no sudeste do Brasil. Atualmente, adeptos do candomblé angola, têm voltado suas atenções para o resgate de traços primordiais africanos, com o intuito de outorgar mais prestígio a esta nação do candomblé. A busca faz-se por vários caminhos. Dentre eles, numa medida extrema, há a procura de uma África que foi perdida no tempo. Entretanto, ao cogitarem em procurar suas raízes em Angola, esbarram numa série de dificuldades. No empenho de entretecer esta colcha de retalhos religiosa, surgem novos inquices. Contudo, aqueles que defendem a brasilidade da nação que pressupõe uma construção em terras brasileiras num momento histórico específico, não aceitam essas novidades. Assim, um dos meus entrevistados declara: “O que não atravessou o oceano, não pode ser feito aqui”. Mesmo assim, independente de posições adversas, uma pergunta ecoa com unanimidade: Onde está minha angola?
Peer reviewed: Não
URI: http://hdl.handle.net/10071/2413
Appears in Collections:CEI-CRN - Comunicações a conferências nacionais

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
CIEA7_23_PREVITALLI_O que não atravessou o oceano, não pode ser feito aqui.pdf158.99 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.