Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/2262
acessibilidade
Title: “Podemos pedir abrigo na prisão?”: violência quotidiana e desencontros terapêuticos. Refugiados e requerentes de asilo em Portugal (estudo de caso)
Authors: Santinho, Maria
Keywords: Refugiados
Saúde
Violência estrutural
Issue Date: 14-Feb-2011
Abstract: A partir de um Estudo de investigação / acção levado a cabo pela associação Grupo Imigração e Saúde (GIS), sobre a saúde física e mental dos refugiados, pretende-se reflectir sobre os desencontros terapêuticos dos refugiados e requerentes de asilo e o Sistema Nacional de Saúde em Portugal, a partir de um cenário mais alargado de violência estrutural que marca o seu quotidiano e que os empurra para a margem das margens da população migrante. A ineficácia do sistema de integração e a ineficácia do sistema de saúde, constituem-se como duas faces de uma mesma moeda no que respeita à ausência de correspondência dos pressupostos legais de protecção a refugiados determinados pela Convenção de Genebra e a vida de todos os dias no país que supostamente lhes concede asilo mas que dificilmente lhes dá acolhimento. Perante esta situação, que estratégias encontram os refugiados e requerentes de asilo para fazer face aos desencontros sociais e terapêuticos, quando o próprio sistema só tem para lhes oferecer um penso-rápido (bandage) para o sofrimento?
Peer reviewed: Não
URI: http://hdl.handle.net/10071/2262
Appears in Collections:CEI-CRN - Comunicações a conferências nacionais

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
CIEA7_4_SANTINHO_Podemos pedir abrigo na prisão.pdf196.57 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.