Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Integrated Search
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/21922
acessibilidade
Title: Contrastando organizações de serviços de saúde públicas e privadas: a experiência dos gestores
Authors: Giordano, Viviane Dias
Orientador: Nunes, Francisco Guilherme
Keywords: Administração hospitalar
Gestão em saúde
Administração privada
Sistema único de saúde
Hospital administration
Health management
Private administration
Health unified system
Issue Date: 11-Dec-2020
Citation: GIORDANO, Viviane Dias - Contrastando organizações de serviços de saúde públicas e privadas: a experiência dos gestores [Em linha]. Lisboa: Iscte, 2020. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/21922>.
Abstract: No Brasil existem diferentes tipos de prestação de Serviços em Saúde, públicos e privados. O Sistema Único de Saúde é de livre acesso para a sociedade e possui formas de gestão diversas, podendo ser serviços públicos com gestão privada ou propriamente público, sendo o financiador o Estado. Esta pesquisa contrasta organizações de saúde públicas e privadas no Brasil. Estudo qualitativo, através de entrevistas abertas com gestores, com a finalidade de identificar atuações e vivências dos gestores em ambas as esferas, com melhores ou piores desfechos. Na literatura mundial temos evidências de contrastes relacionados às características das organizações de saúde públicas e privadas, tais como mecanismos de gestão. Muitas vezes há fontes financiadoras e reguladoras distintas nos setores público e privados, influenciando os resultados. No estudo, encontramos em organizações privadas práticas de gestão de recursos humanos inadequadas, com cobranças excessivas pela performance e ausência de estabilidade como características deletérias ao ser humano. Por outro lado, o acesso à tecnologia e remuneração justa são atrativos para trabalhar em organizações privadas. Identificamos nas organizações públicas um sistema burocrático deficiente com escassez de recursos (tecnológicos e humanos) e gestão inadequada. Nestas organizações a estabilidade adquirida através de concursos públicos é identificada como o fator de maior relevância no Brasil, sendo predominantemente o motivo de se manter no cargo, embora tenham menores remunerações e enfrentem diversos obstáculos. A influência política foi identificada nas organizações públicas como fator negativo e impactante no presente estudo, visto que existem interesses políticos que prejudicam a gestão dessas organizações.
In Brazil there are different types of provision of Health Services, public and private. The Unified Health System is freely accessible to society and has different forms of management, which can be public services with private management or properly public, with the financier being the State. This research contrasts public and private health organizations in Brazil. Qualitative study, through open interviews with managers, in order to identify the actions and experiences of managers in both spheres, with better or worse outcomes. In the world literature we have evidence of contrasts related to the characteristics of public and private health organizations, such as management mechanisms. There are often different funding and regulatory sources in the public and private sectors, influencing the results. In the study, we found inadequate human resource management practices in private organizations, with excessive demands for performance and lack of stability as deleterious characteristics for human beings. On the other hand, access to technology and fair remuneration are attractive to work in private organizations. We have identified a deficient bureaucratic system in public organizations with scarcity of resources (technological and human) and inadequate management. In these organizations, the stability acquired through public tenders is identified as the most relevant factor in Brazil, being predominantly the reason to remain in office, although they have lower remunerations and face several obstacles. Political influence was identified in public organizations as a negative and impacting factor in the present study, as there are political interests that hinder the management of these organizations.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/21922
Thesis identifier: 202608425
Designation: Mestrado em Gestão
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Viviane_Dias_Giordano.pdf14.43 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.