Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/21358
acessibilidade
Title: A relação entre as práticas familiarmente responsáveis e o bem-estar afetivo dos colaboradores
Authors: Ricardo, Catarina Marques
Orientador: Duarte, Ana Patrícia
Keywords: Práticas familiarmente responsáveis
Suporte da chefia
Clima de trabalho excessivo
Conflito trabalho-família
Bem-estar afetivo
Family friendly practices
Supervision support
Overwork climate
Work-family conflict
Affective well-being
Issue Date: 3-Dec-2020
Citation: Ricardo, C. M. (2020). A relação entre as práticas familiarmente responsáveis e o bem-estar afetivo dos colaboradores [Dissertação de mestrado, Iscte - Instituto Universitário de Lisboa]. Repositório Iscte. http://hdl.handle.net/10071/21358
Abstract: Atualmente, a situação global da COVID-19 realçou a importância e necessidade das organizações disponibilizarem recursos e serviços aos seus colaboradores, de maneira a que estes tenham a possibilidade de balancear as suas responsabilidades e necessidades, quer sejam pessoais/familiares ou profissionais. O presente estudo visa a analisar a influência da disponibilização de práticas familiarmente responsáveis (PFR) no bem-estar dos colaboradores. Para tal, identificou-se um conjunto de variáveis intermédias potencialmente explicativas da relação em estudo, especificamente o suporte da chefia na acomodação de necessidades familiares, o clima de trabalho excessivo e o conflito trabalho-família. Para analisar as relações entre as variáveis desenvolveu-se um estudo correlacional baseado na aplicação de um questionário online a trabalhadores de organizações a operar em Portugal, constituído por cinco escalas, obtendo-se uma amostra de 185 participantes. Os resultados obtidos indicam que a disponibilização de PFR apresenta-se significativamente associada ao bem-estar afetivo, e consequentemente aplicando o modelo de mediação sequencial proposto, verifica-se também que a disponibilização das PFR está relacionada com o suporte da chefia, que por sua vez contribui para uma redução da perceção de um clima de trabalho excessivo, que por consequente reduz o conflito trabalho-família, estando esta redução significativamente associada ao melhoramento do bem-estar afetivo dos colaboradores. A presente dissertação contribui para perceber como a disponibilização de PFR ajuda a melhorar o bem-estar no trabalho, reforçando a literatura relativamente às PFR. Os resultados evidenciam o sucesso destas práticas relativamente à melhoria do bem-estar dos colaboradores, constituindo um incentivo à adoção e disseminação das mesmas pelas organizações.
More than before, the global situation of COVID-19 highlighted the importance for organizations to provide resources and services to their employees, so that they have the possibility to their needs and responsibilities, whether personal/family or professional. The present study aims to analyze the influence of the availably of organizational family friendly practices on the well-being of employees. To this end, a set of intermediate variables that could potentially explain the relationship under study were identified, namely supervision support in accommodating family needs, overwork climate and work-family conflict. To analyze the relationships between the variables, a correlational study was developed, by applying an online questionnaire to workers from organizations operating in Portugal, consisting of five scales, obtaining a sample of 185 participants. The results obtained indicate that the application of family friendly practices is significant associated with the affective well-being of the employees, and by applying the sequential mediation model, it appears that the availability of this practices is related to the support that the management provides, which in turn will contribute to a reduction in the perception of overwork climate, which consequently reduces the work-family conflict, being this significantly associated with improving the affective well-being of employees. The present study contributes to reinforce the literature regarding the family friendly practices. The results show the success of these policies in terms of improving the well-being of employees, constituting an incentive for their adoption and dissemination by organizations.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/21358
Thesis identifier: 202570320
Designation: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e Consultadoria Organizacional
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_catarina_marques_ricardo.pdf1.47 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.