Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/21173
acessibilidade
Title: Family, peers and culture: what shapes perceived intimate partner violence in portuguese youth?
Authors: Garcia, Maria Pizarro Miranda Malheiro
Orientador: Bianchi, Mauro
Rodrigues, Ricardo
Keywords: Intimate partner violence
Culture
Youth
Descriptive and prescriptive norms
Violência no namoro
Cultura
Juventude
Normas descritivas e prescritivas
Issue Date: 18-Dec-2020
Citation: GARCIA, Maria Pizarro Miranda Malheiro - Family, peers and culture: what shapes perceived intimate partner violence in portuguese youth? [Em linha]. Lisboa: Iscte, 2020. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/21173>.
Abstract: Intimate partner violence (IPV) is one of the most prevalent forms of violence in society. During youth, individuals begin to develop romantic relationships, as well as attitudes regarding violence, thus, this age-group is critical for investigation. Research has demonstrated how family-of-origin and peers both influence IPV, through social norms, however, the influence of perceived cultural norms has scarcely been investigated. Thus, the present correlational study explored the association between descriptive and prescriptive norms, ascribed by family, peers and culture, and intimate partner violence in a sample of Portuguese university students. 221 participants completed a questionnaire regarding the perceived frequency (descriptive norms) and acceptability (prescriptive norms) of violence in relation to the three aforementioned groups, as well as a self-report of the violence perpetrated by both themselves and their partners in their own relationships, either past or present. Results showed that peer descriptive norms predicted psychological violence in participant’s own relationships, but not physical or sexual violence. Parents did not correlate significantly with any kind of violence, and although cultural violence was perceived to be the highest out of all three groups, it was not as influential as the peer group for this sample. Practical implications to prevent IPV among university students should therefore focus on addressing peers and the larger school context, as well as psychological violence specifically.
A violência no namoro (VNN) é uma das formas de violência mais prevalentes na sociedade. Durante a juventude, os indivíduos começam a desenvolver relações amorosas, bem como atitudes em relação à violência, logo, esta faixa-etária é crítica para a investigação. A literatura demonstra como a família de origem e os pares influenciam a VNN, através de uma abordagem de normas sociais. No entanto, a influência de normas culturais percecionadas tem sido pouco investigada. Assim, o presente estudo correlacional explorou a associação entre normas descritivas e prescritivas atribuídas pela família, pelos pares e pela cultura, e a violência no namoro em universitários portugueses. 221 estudantes universitários responderam a um questionário sobre a frequência percecionada da violência (normas descritivas) e a sua aceitabilidade (normas prescritivas) em relação aos três grupos acima mencionados, bem como um autorrelato da violência perpetrada por eles próprios e pelos seus parceiros nos seus relacionamentos, passados ou presentes. Os resultados mostraram que as normas descritivas dos pares previram violência psicológica nos relacionamentos dos próprios participantes, mas não violência física ou sexual. Os pais não se correlacionaram significativamente com nenhum tipo de violência e, embora a violência cultural tenha sido percebida como a mais alta entre os três grupos, não foi tão influente quanto o grupo de pares para esta amostra. As implicações práticas para prevenir a VNN entre estudantes universitários devem, portanto, focar-se no tratamento de pares e no contexto escolar mais amplo, bem como na violência psicológica, especificamente.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/21173
Thesis identifier: 202567907
Designation: Mestrado em Psicologia das Relações Interculturais
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Maria_Malheiro_Garcia.pdf1.06 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.