Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/2108
acessibilidade
Title: A ansiedade social no jovem adulto: Sua relação com os estilos parentais e com a vinculação na infância
Authors: Sousa, Cátia Susana Gomes Ramires de
Orientador: Esteves, Francisco
Keywords: Ansiedade social
Práticas Parentais
Carinho
Superprotecção
Estilos Parentais
Vinculação
Social Anxiety
Parental Practices
Care
Over-protection
Parenting styles
Attachment
Issue Date: 17-Sep-2010
Citation: SOUSA, Cátia Susana Gomes Ramires de - A ansiedade social no jovem adulto: Sua relação com os estilos parentais e com a vinculação na infância [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2009. Tese de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/2108>.
Abstract: A relação estabelecida entre pais e filhos desde o seu nascimento é um factor fundamental para um equilibrado desenvolvimento social e mental dos indivíduos. Este estudo partiu do interesse pela temática da ansiedade social e teve como principal objectivo compreender de que forma as práticas parentais e a vinculação na infância poderão estar relacionadas com este tipo de ansiedade na idade adulta. A nossa amostra foi constituída por 199 indivíduos, tendo todos eles já atingido a maioridade. Os sujeitos foram posteriormente divididos em três diferentes grupos ou níveis de ansiedade social (ansiedade social baixa, média ou elevada), tendo como critério as respostas dadas em dois questionários de ansiedade social. Seguidamente elaborámos análises de variância simples (ANOVAS), que nos permitiram averiguar as diferenças entre os grupos no que concerne às respostas dadas relativamente ao carinho e superprotecção recebidos pelos pais, ao estilo parental percebido e à vinculação aos pais. Os resultados mostraram que existe uma relação entre todas as variáveis estudadas e a ansiedade social, sendo que a superprotecção e o estilo parental autoritário na infância parecem estar associados a maior ansiedade social na idade adulta, enquanto que o carinho, o estilo parental autoritativo e a vinculação segura tendem a estar relacionados com menores níveis de ansiedade social.
The relationship established between parents and children from birth is a key factor for a balanced social and mental development of individuals. This study was based on the interest in the area of social anxiety and had as main objective to understand how parenting practices and attachment during childhood may be associated with this type of anxiety in adulthood. Our sample consisted of 199 individuals, them have already reached adulthood. Individuals were then divided into three different groups or levels of social anxiety (low, medium or high social anxiety), having as criteria the answers given in two social anxiety questionnaires. Then we drew up simple analysis of variance (ANOVAS), which allowed us to examine the differences between groups based on the given answers related to the care and overprotection received by parents, perceived parenting style and attachment to parents. The results showed that there is a relationship between all variables and social anxiety, and the overprotection and authoritarian parenting style in childhood appear to be related to higher social anxiety in adulthood, while the caress, the authoritative parenting style and secure attachment tend to be associated with lower levels of social anxiety.
URI: http://hdl.handle.net/10071/2108
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertação de Mestrado (Cátia Sousa).pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.