Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/21032
acessibilidade
Title: Análise de função: os cuidadores formais em Portugal e Holanda
Authors: Carvalho, Ana Catarina Ferreira
Orientador: Suleman, Fátima
Keywords: Cuidador formal
Motivações
Tarefas
Competências
Migrações
Formal caregiver
Motivations
Tasks
Skills
Migration
Issue Date: 4-Dec-2020
Citation: CARVALHO, Ana Catarina Ferreira - Análise de função: os cuidadores formais em Portugal e Holanda [Em linha]. Lisboa: Iscte, 2020. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/21032>.
Abstract: A sociedade atual é marcada pelo envelhecimento, o qual está associado ao surgimento de doenças crónicas e incapacitantes que exigem a presença de um cuidador para assegurar a prestação necessária de cuidados. Estes cuidados são prestados pelos cuidadores formais que podem ser, ou não, qualificados, sendo que de forma geral, a “formalidade” do cuidado está associada à remuneração e experiência profissional. Esta pesquisa analisa as tarefas desempenhadas e as competências e outros atributos exigidos aos trabalhadores domésticos em Portugal e Holanda. Explora também as motivações para emigração, designadamente a partir de Portugal. A análise empírica suporta-se em dados qualitativos recolhidos a partir de entrevistas a catorze cuidadores formais em regime interno, a exercer funções em Portugal e Holanda. Os resultados sugerem que os cuidadores entrevistados exercem múltiplas funções, desempenhando tarefas de cuidador e de trabalhador doméstico, necessitando de formação específica na área de trabalho e com competências linguísticas. Os entrevistados indicam que são requeridas competências técnicas (hard) mas também relacionais e comportamentais (soft).
Nowadays, the ageing is a key issue of the society, which is associated with the emergence of chronic and disabling diseases that require the support of caregivers to ensure the necessary care. This care is provided by formal caregivers who may or may not be qualified, and the "formality" of care is generally linked to remuneration and professional experience. This research analyses the tasks performed and the skills and other attributes required of domestic workers in Portugal and the Netherlands. It also explores the motivations for emigration, namely from Portugal. The empirical analysis is based on qualitative data collected from interviews with fourteen formal domestic caregivers working in Portugal and the Netherlands. The results suggest that the caregivers interviewed perform multiple roles, both as caregiver and as domestic worker, requiring specific training in the health care area and with language skills. The interviewees indicate that technical (hard) but also relational and behavioral skills are required.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/21032
Thesis identifier: 202555607
Designation: Mestrado em Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Ana_Ferreira_Carvalho.pdf632.82 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.