Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Integrated Search
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/20946
Full metadata record
acessibilidade
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorDuarte, Ana Patrícia-
dc.contributor.authorFráguas, Leonor Cruz Balugas do Carmo-
dc.date.accessioned2020-12-16T09:36:51Z-
dc.date.available2020-12-16T09:36:51Z-
dc.date.issued2020-11-12-
dc.date.submitted2020-09-
dc.identifier.citationFRÁGUAS, Leonor Cruz Balugas do Carmo - O efeito da liderança virtuosa no bem-estar afetivo: o papel do suporte da chefia [Em linha]. Lisboa: Iscte, 2020. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/20946>.pt-PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10071/20946-
dc.description.abstractA realidade atualmente vivida pelas organizações caracteriza-se por um novo modelo em que o bem-estar dos colaboradores passa a constituir um indicador relevante, integrando assim um conjunto de outros elementos já anteriormente reconhecidos como contribuindo para a prosperidade organizacional. Perante este novo paradigma, surge a necessidade de compreender os processos que integram este novo contexto, sendo que a liderança virtuosa tem vindo a ser apontada como um dos estilos de liderança que estão associados ao bem-estar dos colaboradores, ainda que não exista uma compreensão sólida dos fundamentos desta relação. Daqui decorre a pertinência do presente estudo, através do qual se procurou corroborar esta relação já descrita entre a liderança virtuosa e o bem-estar dos colaboradores, bem como clarificar a intervenção de um hipotético mecanismo subjacente a essa relação, nomeadamente sugerindo o suporte da chefia como variável mediadora. Para tal, desenvolveu-se um questionário que foi depois divulgado online, tendo o estudo contado com a participação voluntária de 384 colaboradores de diferentes organizações e setores de atividade. Em traços gerais, os resultados indicam que a liderança virtuosa se encontra associada positivamente aos comportamentos de suporte por parte da chefia direta e que este suporte, por sua vez, se encontra também positivamente associado ao bem-estar afetivo reportado pelos subordinados no seu contexto de trabalho, verificando-se um efeito de mediação parcial. A conclusão do estudo vem reforçar a relação direta e positiva entre a liderança virtuosa e o bem-estar, já demonstrada em estudos anteriores, residindo o seu contributo mais relevante na introdução do suporte da chefia como variável mediadora explicadora desta relação.por
dc.description.abstractOrganizations are currently living a reality characterized by a brand-new model in which employees’ well-being is seen as a relevant index and is integrated in a set of other elements already recognized as contributing for organizational prosperity. Regarding this new paradigm, there arises a need to understand the processes that integrate this new context, considering that virtuous leadership has been pointed out as one of the leadership styles that are associated with the well-being of employees, although there is no solid understanding of the fundamentals of this relationship. Hence the relevance of the current study, through which it was sought to corroborate the relationship already described between virtuous leadership and the well-being of employees, as well as to clarify the intervention of a hypothetical mechanism underlying this relationship, namely suggesting supervisor support as a mediating variable. For such, a questionnaire was developed and later released online, with the study counting on the voluntary participation of 384 employees from different organizations and sectors of activity. In general terms, the results indicate that virtuous leadership is positively associated with supportive behavior from direct supervisors, which in turn is also positively associated with the affective well-being reported by subordinates in their work context, with a partial mediation effect. The conclusion of the study reinforces the direct and positive relationship between virtuous leadership and well-being, already shown in previous studies, being its most relevant contribution the introduction of supervisor support as a mediating variable explaining this relationship.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectLiderança virtuosapor
dc.subjectVirtudespor
dc.subjectBem-estar afetivopor
dc.subjectSuporte da chefiapor
dc.subjectVirtuous leadershippor
dc.subjectVirtuespor
dc.subjectAffective well-beingpor
dc.subjectSupervisor supportpor
dc.titleO efeito da liderança virtuosa no bem-estar afetivo: o papel do suporte da chefiapor
dc.typemasterThesispor
dc.peerreviewedyespor
dc.identifier.tid202544591por
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologiapor
thesis.degree.nameMestrado em Psicologia Social e das Organizaçõespor
dc.subject.apa3600-
dc.subject.apa3660-
dc.subject.apa13600 Industrial and organizational psychology-
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Leonor_Carmo_Fraguas.pdf605.73 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.