Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/20483
acessibilidade
Title: Comportamentos pró-ambientais no trabalho: o efeito interactivo de barreiras normativas e atitudinais
Authors: Lomba, Vera Luís
Orientador: Mouro, Carla Sofia Lopes Leal
Keywords: Comportamentos pró-ambientais
Norma social
Conflito normativo
Ambivalência atitudinal
Contexto organizacional
Trabalhadores
Pro-environmental behaviours
Social norms
Normative conflict
Atitudinal ambivalence
Organizational context
Workers
Psicologia organizacional
Psicologia ambiental
Responsabilidade social das empresas
Sustentabilidade ambiental
Comportamento organizacional
Issue Date: 9-Dec-2019
Citation: LOMBA, Vera Luís - Comportamentos pró-ambientais no trabalho: o efeito interactivo de barreiras normativas e atitudinais [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/20483>.
Abstract: Conciliando a preocupação com a sustentabilidade do planeta – psicologia ambiental – com a responsabilidade social das organizações – psicologia organizacional –, neste trabalho investigou-se a forma como comportamentos pró-ambientais voluntários são percepcionados e executados no contexto de trabalho. Baseado na teoria do foco normativo de Cialdini e colaboradores (1990, 1991), articulada com a taxonomia de normas de Thøgersen (2006), é estudado o potencial efeito barreira do conflito normativo e da ambivalência atitudinal na adesão a estes comportamentos. Num estudo correlacional a uma amostra de trabalhadores Portugueses (N=210), maioritariamente não desempenhando cargos de chefia (80.5%), foram medidas as normas descritivas e injuntivas de colegas e chefias, a ambivalência face às políticas ambientais organizacionais e o comportamento próprio pró-ambiental. Os resultados mostraram uma relação positiva entre a norma pessoal e a norma descritiva e o comportamento pró-ambiental. Controlando o efeito destes preditores, mostrou-se também que a ambivalência atitudinal modera a relação entre conflito normativo (das normas descritivas) e comportamentos pró-ambientais, sendo esta relação mais forte nos trabalhadores ambivalentes. Conclui-se que ao percepcionar que colegas e chefia não estão igualmente mobilizados para a adesão a comportamentos pró-ambientais voluntários torna menos provável a adesão do trabalhador aos mesmos comportamentos, nomeadamente quando é sentida ambivalência face às políticas ambientais da organização. Este estudo enfatiza a importância de as organizações promoverem políticas ambientais mais explícitas, incentivando a adesão de todos os colaboradores.
Reconciling the concern with the sustainability of the planet - environmental psychology - with the social responsibility of organizations - organizational psychology –this work investigates the way voluntary pro-environmental behaviours are perceived and performed in the work context. Based on the theory of the normative focus of Cialdini et al. (1990, 1991), articulated with Thøgersen's taxonomy of norms (2006), the potential barrier effect of normative conflict and attitudinal ambivalence on adherence to these behaviours are studied. In a correlational study of a sample of Portuguese workers (N=210), mostly not holding management positions (80.5%), the descriptive and injunctive norms of colleagues and managers, the ambivalence in relation to organizational environmental policies and their own pro-environmental behaviour were measured. The results showed a positive relationship between personal norm and descriptive norm and pro-environmental behaviour. Controlling the effect of these predictors, it was also shown that attitudinal ambivalence moderates the relationship between normative conflict (of descriptive norms) and pro-environmental behaviour, and that this relationship is stronger in ambivalent workers. The study concluded that realizing that colleagues and managers are not equally mobilized to adhere to voluntary pro-environmental behaviours make it less likely that workers will adhere to the same behaviours, particularly when ambivalence is felt regarding the organization's environmental policies. This study emphasizes the importance of organizations in promoting more explicit environmental policies, encouraging the adherence of all employees.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/20483
Thesis identifier: 202461734
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Vera_Luis_Lomba.pdf970.03 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.