Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/2027
acessibilidade
Title: Bullying. Não há só uma vítima: efeitos sobre vítimas, testemunhas, stress, satisfação desempenho e conciliação trabalho-família
Authors: Esteves, Christine Monteverde
Orientador: Duarte, Henrique
Keywords: Bullying
Conciliação trabalho-família
Satisfação
Comportamentos cooperativos
Conciliation work-family
Stress
Satisfaction
Counter productive behaviors
Comportamentos contra produtivos
Cooperative behaviors
Issue Date: 2009
Citation: ESTEVES, Christine Monteverde - Bullying. Não há só uma vítima: efeitos sobre vítimas, testemunhas, stress, satisfação desempenho e conciliação trabalho-família [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2009. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/2027>.
Abstract: Há outras vítimas de Bullying, para além daquela que é o seu alvo? As testemunhas podem ser afectadas? A empresa, enquanto organização, sofre os seus efeitos? E a família? O nosso estudo tem como objectivo principal a análise do Bullying, mas não esquece os seus danos, digamos, colaterais, uma área, até agora, pouco estudada. Procurámos perceber se o Bullying promove comportamentos desviantes, com as respectivas implicações ao nível organizacional, pessoal e familiar bem como as formas de enfrentamento encontradas para ultrapassar o desequilíbrio sentido. Deste modo, considerámos uma amostra de 154 indivíduos dos dois sexos, diversas idades, formações académicas, sectores de actividade (público e privado) e distribuição geográfica. Este grupo respondeu a um questionário, enviado por email ou suporte papel, onde, com diversas questões, se procurou testar as dez hipóteses colocadas sobre o Bullying, enquanto vivido por testemunhas e vítimas, stress, satisfação, conciliação trabalho – família, mecanismos de coping e impactos no desempenho profissional. Através deste estudo foi possível apurar os impactos do tempo na função e vinculação contratual sobre quem vive/presencia Bullying. Foi, igualmente, possível confirmar uma diferenciação significativa entre testemunhas e vítimas de Bullying em diversos domínios como o stress e o coping. Por outro lado, comprovaram-se os efeitos negativos no desempenho profissional dos envolvidos, bem como o facto de o stress e a insatisfação poderem gerar comportamentos desviantes diferenciados entre ambas as categorias. Finalmente, tornou-se evidente que o Bullying afecta a percepção da conciliação do trabalho – família e tem implicações negativas no desempenho profissional.
Are there other bullying victims besides that which is its target? Can witnesses be affected? Can the organization, suffers its impacts? What about the family? The main purpose of our study is to analyze Bullying, but without forgetting its side impacts: collateral damages, an area that has been little studied. We tried to understand if bullying promotes deviant behaviour, with organisational, personal and family level implications as well as the coping strategies that have been found to confront it and overcome the unbalance. We considered a sample of 154 individuals of different sexes, ages, academic backgrounds, sector of activities (private or public) and geographical distribution. This group answered to a questionnaire, sent by e-mail or paper. We tried to test the ten hypotheses about bullying, while experienced by witnesses or victims, stress, satisfaction, work-family balance, coping strategies and impact on professional performance. Through this study it was possible to establish the impacts of time in the job and the type of contract that the employee is working under, on those who live/presence Bullying. It was also possible to confirm a significant differentiation between the witnesses and bullying victims in several domains such as stress and coping. On the other hand, we proved the negative impacts on the professional performance of those involved, as well as the fact that stress and dissatisfaction may generate different deviant behaviour between both categories. Finally, it became clear that bullying affects the perception of work-family conciliation and has negative implications on the professional performance.
URI: http://hdl.handle.net/10071/2027
Designation: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Bullying não há só uma vítima.pdf390.01 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.