Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/20247
acessibilidade
Title: Uma visão crítica sobre a refuncionalização de edifícios de carácter industrial: caso de estudo: Marvila
Other Titles: Estação e Clube Desportivo de Marvila
Authors: Jesus, João Tiago Baptista de
Orientador: Pinto, Pedro da Luz
Pacheco, Mónica
Keywords: Refuncionalização
Cidade pós-industrial
Património industrial
Fachadismo
Gentrificação
Marvila
Refuncionalization
Post-industrial city
Industrial heritage
Fachadism
Gentrification
Issue Date: 18-Nov-2019
Citation: JESUS, João Tiago Baptista de - Uma visão crítica sobre a refuncionalização de edifícios de carácter industrial: caso de estudo: Marvila [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/20247>.
Abstract: A Revolução Industrial é um período de grandes mudanças sociais e económicas. A produção artesanal é gradualmente substituída por sistemas fabris e o trabalho humano por máquinas, levando assim à criação de novas dinâmicas sociais, novas necessidades e à construção, em massa, de edifícios capazes de albergar esta nova mudança de paradigma. Pode afirmar-se que muitas destas cidades que passaram por um período industrial estão a passar por outra fase distinta, a chamada fase “Pós-Industrial”, em que muitos dos edifícios industriais construídos caíram em desuso e parte das grandes cidades perderam a sua componente de produção industrial. Assiste-se assim a um processo de terciarização das cidades, com uma maior aposta em serviços e comércio, sendo que este tipo de cidades se destaca pela aposta e investimento em setores como o lazer, o turismo ou a cultura, muitas vezes como forma de tornar a cidade mais “apetecível” nesta sociedade cada vez mais globalizada. É neste contexto que começam a surgir as diversas intervenções, ou refuncionalizações de antigos edifícios de índole industrial. Estas intervenções são vistas como uma forma de regenerar tecido urbano, especialmente em ex-zonas industriais e como uma forma de manter uma certa memória associada a este tipo de edifícios, representativa da fase industrial da cidade. Agora a cidade atravessa outra fase, uma fase Pós-Industrial, onde as fábricas dão espaço a novos sectores. Um caso muito significativo deste fenómeno é a zona oriental de Lisboa, Marvila. Sendo um dos maiores núcleos industriais de Lisboa e já com maior parte das indústrias e oficinas encerradas este tipo de intervenção começa a ser bastante comum. Nesta zona em específico, verifica-se um grande crescimento nas áreas relacionadas com cultura (com a abertura de diversos ateliers e salas de exposições) ou com a gastronomia (abertura de vários restaurantes, cervejarias artesanais ou novos bares), por exemplo. Assim a refuncionalização de edifícios industriais surge como uma resposta às novas necessidades da cidade. Mas este trabalho pretende também realizar uma análise crítica, contextualizando, destacando e tentando compreender os seus impactos negativos, quer a níveis sociais, económicos, urbanos e arquitetónicos, abordando também questões patrimoniais envolvidas neste tipo de intervenções.
The Industrial Revolution is a period of great social and economic change. Artisanal production is gradually replaced by factory systems and human labor by machines, thus leading to the creation of new social dynamics, new needs and the massive construction of buildings able to accommodate this new paradigm shift. It can be said that many of these cities that have gone through an industrial period are undergoing another distinct phase, the socalled “Post-Industrial” phase, in which many of the industrial buildings built have fallen into disuse and part of the large cities have lost their component. of industrial production. This is witnessing a process of outsourcing of cities, with a greater focus on services and commerce, and this type of city stands out for its investment in sectors such as leisure, tourism or culture, often as a means of make the city more “appetizing” in this increasingly globalized society. It is in this context that the various interventions or refuncturizations of old industrial buildings begin to emerge. These interventions are seen as a way to regenerate urban fabric, especially in former industrial zones and as a way of maintaining a certain memory associated with this type of buildings, representative of the industrial phase of the city. Now the city is going through another phase, a Post-Industrial phase, where factories make room for new sectors. A very significant case of this phenomenon is the eastern part of Lisbon, Marvila. Being one of the largest industrial centers in Lisbon and already with most of the industries and workshops closed this type of intervention is becoming quite common. In this particular area, there is a great growth in the areas related to culture (with the opening of several ateliers and exhibition halls) or with gastronomy (opening of several restaurants, craft breweries or new bars), for example. Thus the refunctionalization of industrial buildings emerges as a response to the city's new needs. But this work also intends to carry out a critical analysis, contextualizing, highlighting and trying to understand its negative impacts, both at social, economic, urban and architectural levels, also addressing heritage issues involved in this type of interventions.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/20247
Thesis identifier: 202459845
Designation: Mestrado em Arquitetura
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Joao_Baptista_Jesus.pdf21.62 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.