Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/20170
acessibilidade
Title: Recovery doesn’t get a day off: um contributo para a compreensão das estratégias de recuperação em tripulantes de ambulância
Authors: Restolho, Ana Catarina Costa
Orientador: Silva, Sílvia Agostinho da
Keywords: Fadiga
Recuperação
Modelo JD-R
Tripulantes de ambulância
Fatigue
Recovery
JD-R model
Ambulance workers
Issue Date: 13-Dec-2019
Citation: RESTOLHO, Ana Catarina Costa - Recovery doesn’t get a day off: um contributo para a compreensão das estratégias de recuperação em tripulantes de ambulância [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/20170>.
Abstract: É intuitivo assumir que os indivíduos precisam de descansar após um dia de trabalho. Sendo cada vez mais confrontados com todo o tipo de exigências laborais e, consequentemente, sentimentos de fadiga e exaustão, é crucial que sejam dadas oportunidades de descanso aos trabalhadores para que os seus recursos possam ser restabelecidos, ao que Zijlstra e Sonnentag (2006) apelidaram como sendo um processo de recuperação. Neste contexto, o presente estudo procura analisar os antecedentes (através do Modelo JD-R) e a perspetiva processual da recuperação (incluindo atividades e experiências) entre 22 tripulantes de ambulância, por meio da realização de entrevistas semiestruturadas. Para a análise de conteúdo das entrevistas, foi utilizado o software MaxQDA2018, fazendo uso de um sistema de categorias que combina uma abordagem indutiva e dedutiva na definição do mesmo. De um modo geral, as estratégias de recuperação relatadas vão ao encontro da literatura referenciada (Sonnentag, 2001), embora as atividades físicas, o afastamento psicológico e os relatos de sono registem resultados mais díspares entre os participantes. No âmbito das características do trabalho, são predominantemente referenciadas exigências emocionais e/ou psicológicas associadas, maioritariamente, a ocorrências que envolvem crianças. O suporte dos colegas, a motivação intrínseca, a empatia e a competência de relação com as vítimas surgem, por sua vez, como os principais recursos utilizados pelos participantes. É igualmente identificado, numa fase final, um conjunto de sugestões de mudança e melhoria facejando as dificuldades e exigências da atividade associadas, sobretudo, ao desenvolvimento de programas de formação e sistemas de apoio à saúde mental, bem como à criação de eventos que fomentem o trabalho em equipa.
It’s intuitive to assume that individuals need to rest after a work-day. Increasingly facing all kind of demands and, therefore, feelings of fatigue and exhaustion, it is crucial to provide the employees with opportunities to rest so that their resources can be restored, which Zijlstra and Sonnentag (2006) have established as a recovery process. With this in mind, the current research seeks to analyze the antecedents (through the JD-R Model) and recovery’s procedural perspective (including activities and experiences) among 22 ambulance workers, through semistructured interviews. MaxQDA2018 software was used for the interview’s content analysis, drawing upon a category system that combines both an inductive and deductive approach. In general, the recounted recovery strategies are compliant with the referenced literature (Sonnentag, 2001), though physical activities, psychological detachment and sleep reports have presented some inconsistent results among participants. In what concerns work characteristics, emotional and/or psychological demands are reported as being mostly connected with children related incidents. In turn, peer support, intrinsic motivation, empathy and the ability to establish a relationship with the victims emerge as the main resources used by participants. Ultimately, a set of change or improvement oriented suggestions are also identified, addressing the work difficulties and demands within the sector, mainly pointing to training programs and mental health systems development, as well as team work events establishment.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/20170
Thesis identifier: 202461572
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Ana_Costa_Restolho.pdf869.98 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.