Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/2017
acessibilidade
Title: Serviço médico na periferia (1975-1982): Portugal desenvolvimento através da prestação de cuidados de saúde?
Authors: Cerqueira, Marta Sofia Marques
Orientador: Feliciano, Fialho
Ramos, Vítor
Keywords: Desenvolvimento
Saúde
Desenvolvimento Local
Cuidados de Saúde Primários
Necessidade básica
Políticas públicas
Democracia participativa
Issue Date: 24-Aug-2010
Citation: CERQUEIRA, Marta Sofia Marques - Serviço médico na periferia (1975-1982): Portugal desenvolvimento através da prestação de cuidados de saúde? [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2009. Tese de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/2017>.
Abstract: O presente trabalho incide sobre um período específico da história portuguesa que começa com o fim da ditadura, em 1974. O ano de 1975, época em que intelectuais, políticos, militares, imigrantes, e no geral, os portugueses inspirados pela possibilidade do estabelecimento de liberdades, até então adormecidas, unem-se com o propósito de construir a democracia. Portugal era um país cheio de esperanças. As letras das músicas de então revelam “o estado de graça” no qual o país se encontrava, entre elas umaa que gritava: “Só há liberdade a sério quando houver, a paz, o pão, habitação, saúde, educação, só há liberdade a sério quando houver liberdade de mudar e decidir, quando pertencer ao povo o que o povo produzir”. Este foi um tempo de oportunidades. Algumas destas oportunidades merecem ser contadas e relembradas, e entre elas o Serviço Médico na Periferia, sobre o qual este trabalho irá incidir. Este Serviço consistiu na acção de dotar a periferia do território nacional, de cuidados médicos, através da prestação obrigatória, durante um ano de serviço médico, fora das grandes urbes, a todos aqueles que acabavam o curso de medicina e o estágio profissionalizante de dois anos a seguir ao curso. O serviço foi criado em 1975 e extinto em 1982. Deste tempo pouco ou nada “reza a história escrita”. Porém este trabalho pretende recolher os testemunhos orais de alguns dos seus intervenientes. Em simultâneo, pretende-se também analisar as transformações sociais, culturais e económicas que resultaram desta experiência. O caminho que foi criado e percorrido parece ter contribuído para o desenvolvimento dos locais, para a consciencialização dos direitos de liberdade, de bem-estar, e entre outros do direito aos cuidados de saúde. Por esta visão que parece quase perfeita, pela necessidade de procurar boas práticas, e de continuar a acreditar, nasceu este trabalho que pretende: 1) dar voz a uma história que corre o risco de ficar esquecida, a experiência do Serviço Médico na Periferia que decorreu em Portugal entre 1975 e 1982; 2) recolher algumas histórias de vida parciais de alguns dos intervenientes desta experiência, enquanto têm memória desses dias; 3) apurar se se tratou de uma experiência de desenvolvimento local, e quais os resultados produzidos nos locais e nos seus actores; e 4) se destes podemos retirar ensinamentos para o futuro.
The following study focuses on a specific period of Portuguese history that begins with the end of dictatorship in 1974. The year 1975, season in which intellectuals, politicians, soldiers, immigrants, and in general, the Portuguese, were inspired by the possibility of establishing freedoms together with the purpose of building a democracy. Portugal was a country full of hope and opportunities. This environment resulted in experiences that should be told and remembered, and one of these cases was the Medical Service in the Periphery, on which this work will focus. This service was the action of providing medical care outside the major cities, by those who finished the course in medicine. The service was created in 1975 and ended in 1982. This thesis will try to verify the social changes, cultural and economic results of that experiment. The path that was created and traveled seems to have contributed to the development of the local for the awareness of the rights of freedom, welfare and, among others, the right to have health care. The present work wants: 1) to give voice to a story that is in danger of being forgotten, the experience of medical service in the periphery that held in Portugal between 1975 and 1982, 2) collect a few life stories of some of the players part of this experience; 3) to confirm if it was an experience of local development and what the results produced in local and their players, and 4) if there’s any lessons that we can take for the future.
URI: http://hdl.handle.net/10071/2017
Designation: Mestrado em Desenvolvimento, Diversidades Locais e Desafios Mundiais
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tesef_MAIO_09.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.