Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19951
acessibilidade
Title: Skills substitution and trust: a new conception of attitude towards AI in a-HRM
Authors: Rucco, Riccardo
Orientador: Ramalho, Nelson Campos
Keywords: AI
Trust
Skills replaceability
Job replacement
a-HRM
Confiança
Substituição de competências
Substituição de emprego
Economia dos recursos humanos
Inteligência artificial
Trabalho
Automatização
Segurança do emprego
Issue Date: 10-Oct-2019
Citation: RUCCO, Riccardo - Skills substitution and trust: a new conception of attitude towards AI in a-HRM [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19951>.
Abstract: Attitude towards new technologies depends on different factors. In case of AI (artificial intelligence), workers may perceive their own skills as easily substitutable and look at their job as likely to be replaced. This perception may have negative impact on their acceptance towards implementation of intelligent machines and automation, if there wouldn’t be a well based trust on the improvements brought by these technologies. Unfolding from such considerations, we have collected data from a diversified sample of 183 workers and requested a bootstrapped estimate from 5,000 samples. As a result, we propose a mediated process between skills substitution and perceived overall job replacement, moderated by trust, which leads to attitude towards AI in a-HRM (automated human resources management). Surprisingly for high substitution perceptions, workers manifested more positive attitude towards AI. This provided big room of discussion and great enrichments in current literature; plus considerable practical implication in understanding workers behaviors face automation investments in companies.
A atitude em relação às novas tecnologias depende de diferentes fatores. No caso da IA (inteligência artificial), os trabalhadores podem perceber as próprias competências como facilmente substituíveis e perceber a instabilidade do seu trabalho. Essa perceção pode ter um impacto negativo na aceitação da implementação de máquinas inteligentes e de investimentos em automação, se não houvesse uma confiança bem fundamentada nas melhorias trazidas por essas tecnologias. Começando de tais considerações, coletamos dados de uma amostra diversificada de 183 trabalhadores e solicitamos uma bootstrapped estimate de 5.000 amostras. Como resultado, propomos um modelo mediado entre a substituição de competências e a perceção geral da substituição do trabalho, moderada pela confiança, o que leva a atitude face as IA em a-HRM (automated human resources management). Surpreendentemente, para perceções de alta substituição, os trabalhadores manifestaram uma atitude mais positiva em relação as IA. Isso proporcionou grande espaço de discussão e grandes enriquecimentos na literatura atual, mais implicações práticas fundamentais na compreensão dos comportamentos dos trabalhadores em frente aos investimentos em automação nas empresas.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19951
Thesis identifier: 202292339
Designation: Mestrado em Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Riccardo_Rucco.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.